Pós-quarentena na França aos olhos da natalense

Compartilhe:

A França retoma gradualmente as atividades nesta segunda-feira (11) com a abertura do comércio e parte das escolas, após quase dois meses de quarentena obrigatória. Está começando o período de pós-quarentena na França, uma vez que o país registra seu menor nível de mortes pela Covid-19 desde 17 de março e a entrada em vigor das medidas de isolamento social.

Leia Também

Coronavírus e quarentena: Potiguar no meio do Canadá

Mas, não pense que a volta foi normal. A potiguar Natália Amarante mora no norte da França e registrou no seu Instragram como foi esse retorno, bastante tímido, ainda nas regras do isolamento social, as fotografias foram autorizadas pela própria Natália para serem postadas no Brechando.

Natália vive em Brest, localizada na região da Bretanha, sede do departamento de Finistère e tem quase 200 mil habitantes.

O uso de máscaras é obrigatório nos transportes públicos e o distanciamento entre passageiros tem que ser respeitado. A multa por falta de máscara é de € 135 , cerca de R$ 830.

O governo pede a todos os franceses que puderem para continuarem a trabalhar em casa. Mas quem tiver que voltar ao local de trabalho, as empresas devem reservar 4 metros quadrados de distanciamento para cada colaborador.

A princípio 400 mil lojas do país só poderão receber simultaneamente quatro clientes. O retorno às aulas também será gradual, com apenas um quarto dos alunos do ensino fundamental e em dias diferentes da semana.

Nas fotografias, Natália mostra que as regras do isolamento social ainda permanecem, sem contar o uso de máscaras e pessoas distantes uma da outra, visto que não há vacinação e remédio para evitar a doença.

Confira, portanto, as fotografias do pós-quarentena na França a seguir: