Perto do caos: Evolução do Coronavírus nos últimos 40 dias

Compartilhe:

Em 12 de março foi confirmado o primeiro caso de Covid-19, mas os casos estão chegando à unidade milhar e mais de 40 mortos. Além disso, o Governo do Estado anunciou no sábado (25) que o Rio Grande do Norte está passando por um momento delicado, visto que 41,5% dos leitos disponíveis para os mais graves de Coronavírus.

Isso quer dizer que quase da metade dos leitos na Saúde Pública são destinados aos infectados de Coronavírus.

De acordo com o secretário-adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, as aglomerações na Caixa Federal poderão trazer sérias consequências.

“Toda vez que há aumento de aglomerações, o impacto acontece 10 a 14 dias depois. A previsão é que os próximos dias serão dramáticos, pois vão refletir a saída das pessoas às ruas nos dias passados”, explica.

Sobre a descrição para serviços e atividades funcionarem, contidas no Decreto 29.634, Spinelli disse que não são medidas para as pessoas irem às ruas, mas para dar condições de melhor abastecimento e atendimento às necessidades essenciais, e permitir o isolamento. “Até agora o isolamento não alcançou o nível que precisamos. Talvez os próximos dias exijam medidas mais drásticas. A evolução das ocorrências vai dizer”.

Recentemente, o Governo RN criou o programa RN+Protegido, em parceria com o grupo têxtil Guararapes, para produzir máscaras, através de 78 oficinas de costura localizadas no interior do Estado.

O Governo paga a mão de obra e as empresas do setor organizam a produção e fornecem material. A Guararapes doou tecido para a confecção de 3 milhões de máscaras e organiza a produção.

A Coteminas doou material para 200 mil máscaras, a Nortex para 120 mil máscaras e a Vicunha doou 40 mil metros de tecido. O Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) também doou material para 150 mil máscaras.

Dois milhões de máscaras produzidas pelo RN+Protegido irão para os municípios, a distribuição será de acordo com a entrega de 300 mil máscaras por semana pelas oficinas. A distribuição iniciou nesta semana.

Infográfico para falar a evolução do Coronavírus

O Brechando montou um infográfico para mostrar como está sendo os 40 dias da doença no Rio Grande do Norte. Confira a seguir: