Manual de como apurar as informações do Coronavírus em Natal

Compartilhe:

Recentemente foi confirmado um caso de Coronavírus em Natal. Alguns grupos de redes sociais apontam quem é possível suspeita. A única coisa que se sabe que é uma jovem de 24 anos que estava voltando de uma viagem para Europa. Mas, existe outras informações do Coronavírus em em Natal?

Apesar de falarem que era uma estudante da UFRN, a universidade ainda não se pronunciou sobre o assunto. Existem boatos que a menina tinha pisado na instituição de ensino, dois dias antes da confirmação, esses textos são encontrados facilmente no Twitter.

Mas, como apurar as fofocas para saber a veracidade do Coronavírus em Natal? Não precisa ser jornalista para ser um bom apurador e vamos elencar algumas dicas a seguir para apurar informações do Coronavírus em Natal:

• Por mais que você tenha a sua tia como enfermeira do Giselda Trigueiro, hospital onde os pacientes são levados e especialista em doenças infectocontagiosas. A informação oficial tem que ser dita por um médico ou alguém da diretoria.

• Leia os principais portais, aqueles que são conhecidos por não cometer a famosa “barriga”, jargão jornalístico para cometer erros.

• Se alguém colocar uma nota do Whatsapp dizendo que é médico do Walfredo Gurgel, por exemplo, vá no Portal da Transparência do Governo do Estado e busque o nome dele. Se ele for funcionário, verifique se ele realmente botou a informação através das redes sociais ou canais públicos. Se ainda desconfiar, comente e pergunte as fontes.

• Fique de olhos nos principais sites oficiais, como Ministério da Saúde e Secretarias do Estado e Municipal.

• Não existe Agência de Fact Checking em Natal, mas você pode utilizar Google para pesquisar sobre os últimos acontecimentos e investigar as informações.

• Se souber programação, melhor ainda, pois algumas notícias Fake News são construídas a partir de trechos ou palavras de notícias antigas, colcha de retalhos mesmo. Sabendo Python ou qualquer linguagem vai te ajudar mais fácil a saber a origem de cada retalho.

• Siga as páginas dos órgãos oficiais relacionados à Saúde.

• Cobre a informação correta pelas páginas, pois o social media vai encaminhar essa demanda para o assessor de imprensa, que precisa ser ágil para não dar brecha para notícia truncada.

Horas antes de confirmar o caso, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) criou o Comitê Covid-19, nesta quinta-feira (12) para assessorar a gestão da instituição de ensino no acompanhamento das medidas relativas ao coronavírus, visando manter a segurança da comunidade universitária.

Com a finalidade de monitorar e atualizar sobre as recomendações das autoridades sanitárias, a comissão é presidida pelo vice-reitor Henio Miranda, e conta com as participações do responsável pela Diretoria de Atenção à Saúde do Servidor (DAS), Benedito Baracho; do médico pneumologista, Renan dos Santos; do chefe do Departamento de Infectologia, Kleber Luz; da vice-diretora do Instituto de Medicina Tropical (IMT), Eliana do Nascimento; e do professor do Departamento de Microbiologia e Parasitologia, Joselio de Araújo.

Em suma, cheque as informações do Coronavírus em Natal.