Foto da desmontagem da ponte de Igapó

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


A desmontagem não chegou até o final e o que vimos hoje na ponte de Igapó é, portanto, uma obra inacabada. No entanto, virou um grande ponto turístico e uma marca do passado de Natal.

Construída há mais de 100 anos, a Ponte de Igapó é um dos mais famosos acessos para os bairros da zona Norte, onde carros, ônibus, pedestres e trens circulam todos os dias. A mesma foi construída em 1913, concluída em 1915 e inaugurada em 20 de abril de 1916 (ano que vem aquela estrutura completa 100 anos).

Havia apenas duas vias em sentidos opostos, mais a linha férrea. Sua função era a de permitir a passagem dos trens da Estrada de Natal aos municípios do interior do Rio Grande do Norte. Foi uma das três primeiras pontes brasileiras que ainda permanecem “viva”.

Por que não terminaram de fazer a desmontagem da ponte de Igapó

Inicialmente, a ponte seria totalmente demolida. Além disso, o aumento da frota de veículos e de navios circulando por Natal fez com que a ponte não tivesse mais “utilidade”. Então, ao lado dela, foi construída uma segunda ponte de concreto com sustentações de concreto e ferro. Essa segunda ponte foi concluída em 1970. A ponte se chama Presidente Costa e Silva, uma “homenagem” ao Artur da Costa e Silva, segundo presidente da Ditadura Militar.

Mas, por que só existem uns pedaços da ponte antiga? Após o fim do contrato com a empresa inglesa, o Governo do Rio Grande do Norte vendeu a ponte para um vendedor de ferro, que seria desmontada. Porém, os altos custos fizeram com que ele desistisse de desmontar, sobrando o que a gente vê até hoje. O local serve como “trampolim” para as crianças e adolescentes que moram nas comunidades próximas e gostam de nadar sobre o rio Potengi.

Tema do Brechando Vlog

Em novembro, o Brechando Vlog falou sobre a história completa sobre a Ponte de Igapó, quando ela foi construída, quem fez e como era o trajeto para zona Norte no início do século 20. Para ver o vídeo na íntegra é só dá o play no vídeo a seguir e não se esqueça de se inscrever no canal.