Ei, as variantes do Covid-19 estão em Natal, se cuide!

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


No final da tarde deste sábado (20), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) afirmou primeiramente a existência da variação do vírus Sars-Cov-2, que provoca o Covid-19. Ou seja, existem variantes do coronavírus no RN. Por conta da descoberta do Instituto de Medicina Tropical (IMT), a informação foi divulgada exclusivamente na Agecom, a agência de comunicação da instituição de ensino.

A pesquisa que confirmou as novas variantes do coronavírus analisou  91 amostras do vírus no RN e na Paraíba.

Com materiais genéticos coletados nos meses de dezembro de 2020 e janeiro e fevereiro de 2021, foi possível identificar a linhagem P1. Esta inicialmente surgiu em Manaus (AM), além da linhagem P2 , vinda no Rio de Janeiro e que está se disseminando pelo Brasil.

Vale lembrar que o RN recebeu pacientes vindos do Amazonas. Sem contar que muitos cariocas vieram para o estado para as festas privadas de fim de ano, no qual contou com a participação de celebridades.

Além das variantes do Covid no RN, houve aumento da quantidade de resultados positivos em 64%

O IMT participou do sequenciamento genético do coronavírus, observando que novas variantes do vírus estão circulando no RN. A diretora do IMT, Selma Maria Bezerra Jerônimo, alertou ainda sobre o “aumento importante” os resultados positivos, visto que aumentou a 64% entre dezembro de 2020 a fevereiro 2021.

Além disso, o IMT afirma que os novos tipos estão associados a uma possível maior dispersão. Ainda mais reforça a importância das medidas de prevenção, como distanciamento social, higiene das mãos e uso de máscaras.

Governo do Estado decreta fechamento de bares às 22 horas

Após ouvir as recomendações do Comitê Científico, o Governo do Estado publicou no Diário Oficial deste sábado (20) o decreto pedindo o fechamento de bares a partir das 22 horas. No entanto, a Prefeitura do Natal resolveu não seguir a recomendação estadual e vai continuar fechando os estabelecimentos à 1 da manhã.