Os partidos que surgiram depois da Ditadura Militar

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Já ouviu alguém que todos os partidos do Brasil eram de esquerda. Calma, meu jovem, precisa aprender um pouco melhor de história. Além disso, vamos estudar o fim da Ditadura Militar no Brasil. Antigamente, graças ao Ato Inconstitucional nº2 (AI-2), que determinou apenas ter dois partidos.

Os favoráveis aos militares, primeiramente, uma vez que decidiram montar a Aliança Renovadora Nacional, famosa pela sigla Arena.  Já a oposição resolveu criar o Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Além disso, o MDB abrigou comunistas e outras vertentes de esquerda. No entanto, correntes democráticas não-socialistas também optaram pela legenda oposicionista, daí a multiplicidade ideológica intrínseca aos emedebistas e surgiram várias figuras coronelistas e, em simultâneo, militantes de movimentos sociais.

Fim do Bipartidarismo

O fim do bipartidarismo aconteceu após a sanção da Lei nº 6767, no ano de 1979, no qual o Ernesto Geisel começou a abertura política. Quer dizer, preparando o terreno para receber novamente os civis para a presidência da República.

Dois anos antes do fim do bipartidarismo, veio o Pacote de Abril, onde permitiu as eleições diretas para cargos eletivos. menos presidente, para 1982. Além disso, surgiu a ideia de Senador Biônico.

No ano seguinte foi instaurada da Lei da Anistia, que perdoou todos os crimes políticos realizados durante a Ditadura Militar.  Mas, agora vamos comentar sobre o fim do bipartidarismo.

A Ruptura

Arena se dividiu, transformando em Partido Democrático Social (PDS), no qual atualmente se chama Democratas, o DEM. Ainda tem o Partido Democrata Cristão, PDC, para defender o cristianismo no país.

A saída de alguns membros do PDS e PDC formaram o PPR, nome para Partido da Reconstrução Nacional.  Anos depois, o Partido se juntou aos Progressistas.

Ainda teve o Partido Social Trabalhista (PST) e o Partido Trabalhista Renovador (PTR), que se uniram e formaram o Partido Progressista (PP).  Já o PPR também se juntou ao PP, assim surge apenas um só partido.

Já o MDB mudou para Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Além disso, deu origem ao PT e PDT. Em 1988, um grupo de ex-peemedebistas, entre os quais destacavam-se Fernando Henrique Cardoso, Mário Covas e Franco Montoro, funda o PSDB, que ocuparia lugar de destaque nos anos seguintes.

Um infográfico abaixo, portanto, mostra um pouco melhor essa divisão. Confira: