Sem bar e Food Truck! 2ª fase de abrir comércio é suspensa

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


E muito menos uma “brusinha” da Riachuelo! Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (7), a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, anunciou que a segunda parte da primeira fase da abertura do comércio estará suspensa, uma vez que o número de leitos de UTI na rede pública de saúde ainda não diminuiu. Até o momento, 92% dos leitos estão ocupados.

“Agora contamos com um bom senso dos prefeitos do Rio Grande do Norte em proteger a população”, disse Fátima em coletiva de imprensa.

Os estabelecimentos que estavam aberto vão continuar abertos! Mas, a Prefeitura do Natal e Mossoró afirmaram no final da tarde desta terça-feira que vão continuar com a reabertura do comércio.

Uma nova data será divulgada em breve. Nesta quarta-feira (8) estaria abrindo restaurantes e Food Trucks de até 300 metros quadrados, com porta para rua. Além disso, lojas de departamento poderiam abrir, como Riachuelo, Marisa, Líder, Rio Center e dentre outros.

Nova data será divulgado em breve.

Abertura começou, com isolamento normal e muita placas de aluga-se em pontos comerciais

Na semana passada, o Brechando visitou os principais centros do Comércio de Natal, que fica no bairro do Alecrim e Cidade Alta.  O primeiro citado já apresentava aglomerações, conforme foi apresentado nos três vídeos anteriores que mostramos o movimento das ruas na quarentena.  Mas, uma coisa me chamou atenção: o aumento de placa de aluga-se.

Na visita desta quinta-feira (02), o Brechando viu aglomerações em maior escala na região do Camelódromo e nas principais ruas do Alecrim. Além disso, vimos muitos pontos comerciais com placa de aluga-se, principalmente em lojas que poderiam abrir. Sem contar do intenso trânsito.

Na Cidade Alta, o movimento foi maior nas agências bancárias e também na rua Ulisses Caldas, onde tem bastante ótica. Já na rua Princesa Isabel, apesar de muitos carros estacionados, as únicas lojas que estavam abertas eram armarinhos e lojas de som, sendo que o movimento bem menor do que Alecrim.

O movimento maior era no Alecrim

Em ambos os bairros o que era comum em se ver pessoas circulando apenas em lojas maiores, ignorando o pequeno comércio. Essa atitude será mais visível na semana que vem, quando os serviços de eletrodomésticos e departamentos voltarão a funcionar. Então será a prova real se o Governo do Estado acertou ou errou, colocando em risco uma possível rejeição e não-releição da Governadora Fátima Bezerra.

Em sete minutos de vídeo, você pode ver como estava o movimento e tire as suas próprias conclusões.

Confira o vídeo a seguir:

 

O isolamento social nesta quinta é de 39,4% ou seja abaixo dos 40%, apesar de está um pouco (bem pouco) da média brasileira, que é 39% cravado, e São Paulo, onde tem o maior número de casos. Até o dia 02 de julho, a Secretaria do Estado da Saúde Pública do RN registrou  32.578 contaminados e 1905 pessoas em óbito.

Não se esqueça de seguir o canal do Brechando no You Tube para assistir a versão em vídeo do nosso site.

Como está sendo feito a abertura do comércio

A abertura do comércio divide opiniões, uma vez que entidades empresariais, como Fecomércio, estava pressionando para o retorno das atividades, apesar de que o Estado só chegou no seu pico de infecção da pandemia do Covid-19 apenas em junho e há poucos leitos de UTI na Saúde Pública.

Governo divulgou as outras fases da abertura

Fase 2 (15 a 28/07):

Primeira Fração (15/07): Academias abertas (sem uso de ar condicionado).

Segunda Fração (22/07):  Centros comerciais e galerias (sem ar condicionado).

Primeira fração (29/07):  Alimentação II (Bares e restaurantes (maiores que 300m²)).

Segunda fração (05/08):  Academias em funcionamento com uso de ar condicionado; Shoppings Centers (com ar condicionado)

Compartilhe o infográfico que o Brechando montou para explicar a abertura do comércio de Natal

A segunda fase da abertura do comércio será divulgada daqui há duas semanas, quando os resultados da primeira fase serão divulgados. Além disso, todos os estabelecimentos seguirão todas as normas de saúde recomendadas. O decreto completo está no Diário Oficial do Estado.

Não se esqueça de seguir o canal do Brechando no You Tube para assistir a versão em vídeo do nosso site.

Clique para acessar o 1-1-1.pdf