Discutindo novo Plano Diretor de Natal em vídeo

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Natal com prédios gigantes na orla. O que significa isso? Um dos projetos do novo Plano Diretor de Natal é permitir arranha-céus na orla das praias urbanas. Primeiramente está em análise a partir de reuniões a partir de videoconferência enquanto a cidade está sofrendo uma pandemia.

O crescimento de prédios é defendido com veemência pelo prefeito de Natal Álvaro Dias. Sem contar que em setembro do ano passado criticou a orla da capital potiguar, dizendo que não incentiva os turistas a visitar à cidade.

Após ter elaborado uma matéria para discutir portanto sobre o assunto, hora de colocar um vídeo explicando com mais detalhes o porquê encher a cidade de prédios, principalmente na região da orla é uma péssima ideia.

Confira o vídeo a seguir para compreender o Plano Diretor de Natal:

Confira a proposta da Prefeitura do Plano Diretor de Natal

O prefeito realmente quer prédios gigantes na cidade, é um projeto de construção desenfreada por toda a cidade, desrespeitando os limites que a sua infraestrutura pode suportar.

Além dos exemplos apontados, a prefeitura do Natal ainda defende as seguintes propostas:

• Eliminação do controle de verticalização no entorno do Parque das Dunas.

• Áreas de preservação reduzidas e permitir obras nestes lugares.

Dentre outros pontos, a prefeitura ainda se omite, em:

• Garantir o embargo dos “espigões” de Ponta Negra.

•  Omite na regulamentação das regiões de interesse pessoal.

Opiniões das entidades

“O “novo Plano Diretor” evidencia a submissão da proposta aos interesses do mercado especulativo-imobiliário, que deseja apropriar-se das belas paisagens da nossa cidade, ignorando os desejos, as necessidades e o direito à moradia da população. Além de não apontar soluções significativas para antigas questões pautadas, ignora os efeitos da lei na degradação ambiental e agrava a desigualdade socioespacial”, diz o grupo Salve Natal.