Você sabia que Parnamirim já teve outro nome ?

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Parnamirim é uma cidade que todos conhecem e fica bem próximo de Natal. É normal os natalenses e os naturais de parnamirim se cruzarem pelas duas cidades para realizar atividades socioecônomicas. O segundo maior município da Região Metropolitana foi fundado em 1958, após deixar de ser distrito da capital potiguar. O local foi usado como base militar para os Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial.

A origem do nome Parnamirim vem da expressão “Paranã-mirim” da língua tupi, que significa “rio pequeno”, de paranã “rio volumoso; mar” + mirĩ “pequeno”.[13] Apesar de ainda hoje existirem vários rios e riachos na área que corresponde ao município de Parnamirim, acredita-se que o “Paranã-mirim” conhecido pelos índios potiguares, habitantes da capitania do Rio Grande na época da colonização (século XVII), tenha sido algum curso d’água já desaparecido. Mas, vocês sabiam que ela já teve um outro nome ?

Em 1973, sem consulta à população local, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte mudou o nome do município para “Eduardo Gomes”, o objetivo era agradar os militares da Força Aérea, visto que era o patrono da Aeronáutica e a única relação dele com o estado era que ele foi ministro na gestão de Café Filho, o único potiguar que assumiu a presidência da República. A ideia de alterar foi feita pelo deputado Moacir Duarte, genro de Dinarte Mariz, um dos apoiadores da Ditadura Militar.

Os habitantes de Parnamirim não aceitaram esse “novo nome” e muito menos o homenageado foi ao município para agradecer a “homenagem”. Então, um grupo de moradores e comerciantes fizeram uma forte campanha para resgatar como a cidade ficou realmente conhecida e identificada pelos moradores.  Após cinco anos de luta dos moradores da cidade de Eduardo Gomes para a volta do nome original da cidade Parnamirim, os 48 mil habitantes comemoraram a aprovação na Assembleia Legislativa do retorno ao nome original com muita alegria.

O desejo de voltar às origens veio durante a democratização no Brasil, quando o comerciante José Siqueira, dono da loja de ferragens Casa Parnamirim, que por insistência deixou esse nome na sua loja para mostrar como o município era conhecido, fez um abaixo-assinado onde foi coletada 4665 assinaturas. Então, o deputado estadual Rui Barbosa criou um projeto que foi aprovado à volta de Parnamirim.

Este foi um exemplo que a resitência de moradores pode conseguir chegar em algum lugar.