58% dos natalenses estão em isolamento social

Compartilhe:

Mais da metade dos natalenses resolveram se isolar nas suas casas e sair quando realmente for necessário, como a realização de compras no supermercado ou ida à farmácia, neste período de pandemia do Covid-19. Em um questionário com mais de 900 pessoas, o grupo Perspectiva em parceria com o Blog do BG realizou uma pesquisa virtual com várias pessoas da capital do Rio Grande do Norte entre os dias 30 e 31 de março. O resultado é que 58% dos participantes estão realizando a quarentena como deve ser feita, enquanto 33,2% admitiram que só saem de suas residências para trabalhar.

No entanto, quase 40% admitiram causa prejuízo financeiro no seu lado profissional.  Como essa pesquisa foi feita virtualmente e a maioria das pessoas que responderam o questionário têm renda salarial de mais 10 mil reais, podemos deduzir que boa parte daqueles que disseram que a vida profissional foi prejudicada vem de pessoas de classe média alta, composta por muitas vezes por executivos e empresários.

Falando na parte econômica, 28,8% afirmou que não sabem quais serão as medidas de amparo profissional e para empresário. No entanto, o Brechando vai te dar uma mãozinha, pois falamos sobre o projeto da Renda Básica várias vezes e vou colocar o link da primeira matéria que postamos.

Uma boa notícia é que 99,6% dos entrevistados responderam que sabem as medidas de prevenção ao combate do coronavírus.  Apesar do presidente da república dizer que é uma “gripezinha” (por sinal 425 dos entrevistados estão achando a postura de Jair Bolsonaro muito ruim), mais de 60 por cento dos entrevistados estão preocupados com a doença e temem de ser contaminados.

Sobre o isolamento social, os natalenses acreditam que esse processo vai demorar em torno de dois meses (39,9%), uma vez que a previsão do pico da doença no Brasil está entre abril e maio, segundo o Ministério da Saúde, que também comentou que a Covid-19 só diminuiria de vez apenas em setembro deste ano.

Embora as pessoas estejam consumido mais internet e redes sociais, mais de 60% das pessoas admitiram que estão informando sobre o novo Coronavírus a partir da televisão e depois vem os blogs (36%), Rádio (27,9%), Whatsapp (26,8%) e Instagram (22,6%).

E, vocês, concordam com a pesquisa divulgada ?