Como cuidar da saúde mental com a pandemia do Coronavírus

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


O Coronavírus está causando medo e pânico em boa parte da população. Neste momento várias pessoas estão em suas casas de quarentena para tentar prevenir a sua saúde contra uma possível infecção. Apesar de seguros, os noticiários não param de chegar com diversas notícias de novas infecções e mortes e mostrando os prejuízos socioecônimcos, deixando muita gente ansiosa e depressiva neste momento.

E agora, eu tenho uma saúde mental debilitada, o que vou fazer ? Vou parar o meu tratamento contra depressão ? Como será a minha terapia? Sabendo disso várias clínicas de psicologia e psiquiatria estão montando um material próprio para dar dicas para aqueles que precisam de uma ajuda neste momento e é recomendado a não parar o tratamento. A recomendação da Organização Mundial de Saúde é sair de casa apenas para comprar mantimentos e fazer consultas médicas já marcadas e com necessidade de urgência.

Por isso, o Brechando achou um infográfico do Instituto Vita Alere para como proteger a sua saúde mental e usar seu lar como ambiente de segurança.

Confira o infográfico do instituto para prevenir a saúde mental neste período de pandemia do Coronavírus:

Coronavírus

Sobre o Instituto Vita Alere

O Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio foi fundada em 2009 e é formada por um grupo de especialistas que trabalham com a prevenção de suicídio. O local é usado para pesquisa e acolhimento para pessoas com depressão ou parentes de vítimas de suicídio. Lá existe tratamento, discussão, produção literária e curso de prevenção. O objetivo é cuidar e nutrir aquelas pessoas que precisam de necessidade. A intenção é diminuir os números alarmantes do suicídio, para acolher os sobreviventes e habilitar profissionais para o manejo da temática árdua e intrigante do suicídio.

Hoje o Instituto é associado ao IASP (International Association for Suicide Prevention ou Associação Internacional de Prevenção do Suicídio) onde faz parte da Força Tarefa de Posvenção.

Trouxe para o Brasil o projeto “Colcha da Memória Viva” e é o único Instituto do país que realiza em parceria com a AFSP (American Foundation for Suicide Prevention ou Fundação Americana de Prevenção do Suicídio) o Dia Internacional dos Sobreviventes Enlutados pelo Suicídio.