20 coisas que vão acontecer com a UFRN na quarentena

Compartilhe:

A UFRN está na quarentena. Na manhã desta terça-feira (17), através da Rádio Universitária, a reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) anunciou que iria suspender as aulas da instituição de ensino após o aumento dos casos do Coronavírus no Brasil, no qual a primeira morte foi confirmada ainda hoje e  há suspeitas de quatro óbitos por conta da doença infectocontagiosa.  Outras instituições de ensino superior do estado também já declararam a suspensão, como a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa) e, por último, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Mas, quais serão as medidas que a universidade vai tomar além de suspender as aulas? O Brechando teve acesso a portaria da instituição de ensino que mostra como funcionará esse período de quarentena.

1)  A suspensão de aulas vale para os alunos da UFRN do ensino básico (NEI), técnico e tecnológico (IMD e similares), de graduação e pós-graduação.

2) Eventos acadêmicos, científicos, culturais e esportivos, que impliquem aglomeração de pessoas não poderão ser feitos.

3) Colações de graus também estarão suspensas.

4) Bolsistas da universidade serão liberados de suas atividades e não terão prejuízos em suas renumerações.

5) Atividades téoricas dos residentes médicos também serão liberados (A UFRN é responsável pelo Hospital Onofre Lopes).

UFRN na quarentena
Bolsistas, residentes e alunos da instituição de ensino estão liberados (Foto: Sintest)

6) As bibliotecas, auditórios, museu e parques poliesportivos serão fechados.

7) Colação Individual não terá a presença de convidados.

8) Autorizar as atividades de extensão e de pesquisa estão autorizadas, desde que não impliquem aglomeração de pessoas, cabendo aos responsáveis avaliar as condições para cumprimento das recomendações das autoridades sanitárias.

9) As bancas de trabalhos acadêmicos com participação de examinadores externos sejam realizadas por meio de videoconferência e sem a participação de público externo.

10) Não haverá atendimento presencial ao público nas unidades administrativas e acadêmicas, ressalvados os casos de extrema necessidade institucional.

UFRN na quarentena
Processos seletivos estão suspensos (Foto: Blog Clébio Medeiros)

11) Está suspensa as autorizações de afastamento de servidores para viagens interestaduais ou internacionais. E quem estiver voltando ao Brasil, o professor da UFRN tem que ficar em quarentena por 14 dias.

12) Autorizado o trabalho remoto (Home Office) e outras medidas de prevenção, cautela e redução da transmissibilidade para servidores, conforme regulamentação a ser expedida pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas.

13) Apoio à participação de estudantes em atividades que impliquem viagens interestaduais ou internacionais também não é permitido.

14) Processos seletivos para o ingresso de estudantes, como o Vagas Residuais, não irão ocorrer até o encerramento da quarentena.

15) As etapas presenciais dos concursos públicos e dos processos seletivos simplificados em andamento também estão paralisadas.

16) Os Hospitais Universitários publicarão normas próprias.

UFRN na quarentena
Foi autorizado o trabalho em Home Office

17) Estão liberados servidores do grupo de risco, segundo a OMS, que são idosos, gestantes, pessoas com doenças imunológicas e crônicas ou se tem algum parente com suspeita de Covid-19.

18) Servidores com filhos em idade escolar estarão liberados.

19) O calendário acadêmico será alterado a partir de dois conselhos.

20) E, por fim, haverá o funcionamento do Restaurante Universitário com atendimento somente para os estudantes residentes ou com auxílio moradia, com regulamentação a ser expedida pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.

Todas as mudanças citadas estão na portaria, que poderão ser lidas neste link.  Assim como a UFRN que está na quarentena, você leitor, do Brechando, precisa descansar em casa!