Skibunda no “Domingão do Faustão” em 1997

Compartilhe:

Skibunda ou esquibunda é um esporte radical bem comum no Nordeste, principalmente no Rio Grande do Norte. É quando pessoas adaptaram uma prancha de sandboard como um suporte para fazer com que as pessoas escorregassem sentadas. Quer dizer, você senta numa prancha no alto de uma duna e alguém lhe empurra para escorregar.  Qual foi a origem desta prática? Podemos dizer que surgiu junto com a prática do sandboard, que surgiu através dos surfistas de Florianópolis na década de 80. A ideia surgiu como uma alternativa para os surfistas nos dias em que o mar não estava bom para a prática do surfe e usada também para ensinar o surf.

Então, facilitou que surgisse o skibunda no Nordeste, principalmente nos estados do Rio Grande do Norte e Ceará. Começou com os nativos de Natal, que utilizavam uma prancha de madeira como uma forma de facilitar as escorregadas nas dunas e chamou atenção bastante dos turistas brasileiros e estrangeiros. Em 1997, uma reportagem feita pelo humorista Castrinho para o “Domingão do Faustão” foi para a Lagoa de Jacumã e  mostrou como funciona.

Durante a reportagem, Faustão faz diversos comentários politicamente incorretos e tirando o sarro do nome,  além de citar elementos famosos na época, como a Carla Perez, dançarina do É o Tchan. A reportagem pode ser vista a seguir:

Mesmo com a tiração de sarro, o final do vídeo o apresentador elogia a cidade do Natal.

Voltando a falar do skibunda. É uma brincadeira consiste em descer de uma duna sobre uma prancha de madeira, como falado anteriormente, e mergulhar em um rio, lagoa ou braço de mar.

Não é em qualquer duna que dá para fazer, precisa procurar um local bastante inclinado. Não é em todo lugar que pode fazer, visto que os lugares precisam estar autorizados para fazer o passeio pela Secretaria de Turismo do RN.

Quais são os lugares mais comuns?

Praia de Barra do Rio
Praia de Genipabu, que é o lugar mais popular entre os natalenses e turistas
Cabo de São Roque
Praia de Graçandu
Lagoa de Jacumã

Recentemente, os pontos turísticos estão preferindo utilizar o skibunda versão de lona, no qual desce numa lona molhada fazendo com que se escorregasse num tobogã improvisado, visto que o local foi proibido em fazer as descidas com a prancha. Alguns pontos turísticos da cidade também chamam este escorrego de lona de kamikaze.

Antigamente, o Morro do Careca, uma duna com mais de 100 metros, era utilizado para descer de esquibunda e fazer subidas, até a proibição de subir na duna, que aconteceu nos anos 90.