Ainda tem trabalho escravo no RN, segundo MPT

Recentemente, o Ministério Público do Trabalho (MPT) enviou para imprensa que conseguiram resgatar 43 pessoas no Rio Grande do Norte, entre 2018 e 2019,  sujeitos à condição análoga de escravos. As forças-tarefas se concentraram em cerâmicas e na extração da palha da carnaúba, atividades encontradas na região do Vale do Assú, área de competência da […]