Meninos do “Morto” lançam o disco

Compartilhe:

Tudo começou quando eu e minha amiga Ana Clara Monteiro fomos ao show de metal no meio de uma chuva torrencial na cidade. Com um Black sabor canela na mão e um desejo no coração, queríamos conhecer o metalzão da cidade, até a Clara falar a seguinte frase: “Você precisa conhecer o Morto e eles são massa demais, não tem algo que faz em Natal”. Então, conheci os integrantes, no qual consegui fazer amizade com Alex Duarte, o guitarrista do grupo e ele é tipo o nosso Rob Halford, mas de shortinho e sem roupas de couro, mas tem as mesmas atitudes, desde criticar a postura dos metaleiros em relação ao machismo e a LGBTfobia.

Verdade, minha amiga Clara, não tem como Morto no metal natalense, que adora imitar as bandas europeias.

Recentemente, mais precisamente nesta segunda-feira (6), o grupo lançou seu primeiro álbum, intitulado de “Sentir”, no qual são conhecidos por canções de longa duração que mesclam post-metal e música experimental. O disco contém 5 músicas que totalizam 47 minutos de duração.

A banda já tem seu primeiro single ‘A felicidade dissolveu-se e tornou-se retrogosto’  lançado e começa o ano de 2020 com um disco que conta com letras, arranjos e melodias que proporcionam ao público uma experiência única ao sentir o som e as palavras gritadas pela banda. Conflitos internos, tradicionais das produções jovens, são a centralidade das composições. “A gravação do nosso primeiro disco surgiu de um edital lançado pela Sopro Movimento no final de 2017, com essa parceria, começamos a pré-produção que foi toda feita na sala de música do IFRN Cidade Alta, onde ensaiamos e modelamos as músicas com calma e precisão”, conta o vocalista Rafael Assunção, que também toca guitarra na banda.

Parte da cultura independente e alternativa da capital potiguar, o novo álbum é construído à muitas mãos. A arte do disco, assinada por Garibaldi Soares, abre espaço para a interpretação e apreciação, sendo um reflexo visual do que é a essência do ‘Sentir’. A produção é do selo artístico Sopro, Yago Marques, Studio Black Hole e Bodex Records. Confira a capa do álbum a seguir:

Morto é: Rafael Assunção (vocal e Guitarra), Alex Duarte (Guitarra), Carol Silva (Baixo) e Luiz Felipe (Bateria). Todo o disco estará disponível nas principais plataformas digitais a partir de 6 de janeiro. Acompanhe a banda também no Instagram: @_mort.o. 

Confira o álbum completo a seguir: