Por que a Feira do Carrasco recebe este nome?

Compartilhe:

Em Natal, exemplo de comprar o melhor dos alimentos de forma barata são as feiras livres e todo dia acontece em um ponto diferente na cidade. Uma das feiras mais famosas se chama a Feira do Carrasco, no bairro das Quintas. Mas, por que essa feira recebe esse nome? Foi por causa de uma pessoa? É uma das maiores feiras da cidade, vai da Av. Bernardo Vieira até uma parte do bairro Quintas.

Foto: Caderno de Pauta

Foi criada no ano de 1967 e leva esse nome por fazer alusão ao caminho de pedras pontiagudas para chegar até ela. Por sinal, Carrasco era o nome bairro Dix-Sept Rosado, que fica próximo da feira, por sinal,  recebia este nome, até a morte do ex-governador em 1951.  O nome Carrasco só ficou apenas para a feira.

 A feira do Carrasco é uma tradicional feira existente em Natal realizada as quartas-feiras no cruzamento da rua dos Pegas. Sua origem deu-se em vista do grande número de habitantes residentes no Carrasco, então subúrbio na capital, onde um grupo de comerciantes, tendo a frente José Joaquim de Andrade, Manoel Cândido filho, Pedro Ferreira da Silva, Aprizio Joaquim de Oliveira e Francisco Lourenço dos Santos, que estiveram com o Prefeito da capital pleiteando a instalação nas quartas-feiras, de uma feira livre naquele local.

Seus fundadores afirmavam que criar uma feira foi um modo de melhorar as condições do local em que viviam. Os produtos vendidos vão desde frutos do mar, animais vivos ou já preparados para cozinhar, frutas, temperos, roupas e até brinquedos. No entanto, cada banca conta também com a história dos feirantes e os desafios que eles enfrentam para sustentar suas famílias com a renda proveniente da feira. O seu ponto forte são as frutas.

A Feira do Carrasco acontece todas as quartas-feiras, no bairro das Quintas, zona Leste de Natal, como falado anteriormente, das 05 às 17 horas. Ao todo emprega 365 feirantes abrigados em 734 bancas.