“Pele Fina” é a primeira música de trabalho de Maria Fxntes

Compartilhe:

É que minha pele é muito fina

E atentos são meus pêlos

É na quentura que eu me faço

É no suor que eu me vejo

É que minha pele é muito fina

E atentos são meus pêlos

É na quentura que eu me faço

É no suor que eu me vejo

É a partir desse refrão que a cantora e compositora Maria Fxontes (lê-se Maria Fontes) lança a sua primeira música de trabalho, que mistura um pouco do rock com a música eletrônica, mas a gente ver um pouco de protesto, insatisfação e poesia no seu trabalho, que aos poucos está tendo visibilidade.

Maria Fxntes é LGBT, cantora e compositora atuante na cidade de Natal. ”Pele Fina” é o primeiro single do EP que a artista vem preparando em parceria com o produtor musical Dante Augusto. Num estilo que flutua entre o eletrônico, o rock e o pop, a canção, segundo a compositora, ”fala sobre sensibilidade e fragilidade; sobre não saber lidar consigo e procurar força e calor em outros corpos, mas estar tão faminta de afeto ao ponto de aceitar tudo e qualquer coisa.”

É com essa intensidade poética que Maria Fxntes abre os caminhos de seu primeiro EP, que será lançado ainda em 2019 pelo selo Rizomarte Records. A sonoridade deste trabalho de Maria Fxntes reflete o encontro entre suas canções – compostas a partir de arranjos de guitarras distorcidas – e a experimentação com programações eletrônicas e sintetizadores que o produtor musical Dante Augusto vem desenvolvendo.

Fxntes já participou de diversos projetos da cena natalense enquanto instrumentista nos últimos 10 anos, passando por diferentes estilos musicais que deixaram alguma marca no seu som   e agora estreia como uma das representantes da nova geração de autoras que vem surgindo na capital potiguar.

Para escutar, clique no play no vídeo a seguir: