O que está acontecendo no Aeroclube de Natal ?

Compartilhe:

Um contâiner enterrado no meio da calçada do Aeroclube, para quem passa de ônibus por aí deve achar um pouco esquisito e não sabe muito bem o que significa. Mas, o Brachando descobriu tudo e vamos explicar o porquê.

Aeroclube está em obras para receber a quinta edição da Casacor, que o tema será “Planeta Casa”. Entre os dias 06 de setembro a 20 de outubro, o espaço receberá 31 ambientes decorados por arquitetos, desisgners e paisagistas do RN. Serão salas, quartos, cozinhas, varandas, lounges, estúdios, lofts, adega, espaços de convivência e mais focam no estilo de viver bem, incluindo os recintos comerciais que, neste ano. Ou seja, um espaço restrito para um público restrito, podre de chique mesmo.

Além de lojas, a Casa conta com o Bar Curió, Restaurante Cardume e o Doce Café, com doces da Rafaela Fontes.

“Durante os 45 dias, a exposição traz tendências e propostas dentro do tema “Planeta Casa”, baseada na propensão de cada casa se tornar um universo particular do indivíduo. É, no lar, que se pode expressar a afetividade e a conexão com o outro, sendo a casa um estado de espírito e não somente um espaço. Atrelados a isso, estão tecnologia e sustentabilidade, alguns dos pilares da CASACOR”, disse o evento em release enviado para imprensa.

Organizado pelo Grupo Abril, um dos maiores conglomerados da comunicação do país, a Casa Cor, é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. O evento reúne anualmente prestigiados arquitetos, decoradores e paisagistas. Em 2019, são 18 praças nacionais: São Paulo, Bahia, Brasília, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina (Florianópolis e Itapema) e Ribeirão Preto. A mostra acontece ainda em quatro praças internacionais: Bolívia, Estados Unidos, Paraguai e Peru.

Desde 1986, a CASACOR, que é a maior das Américas, tornou-se referência nacional. A ideia para a mostra surgiu há 30 anos, quando as amigas Yolanda Figueiredo e Angelica Rueda faziam uma viagem a Buenos Aires e visitaram a exposição Casa FOA. No primeiro ano (1987), uma casa na rua Dinamarca abrigou os ambientes decorados aos moldes do que viria se tornar a mostra mais tarde. A cada nova edição, CASACOR ganhava um endereço diferente. Foi só em 2006 que o Jockey Club de São Paulo tornou-se a sua sede oficial, onde a edição paulistana da mostra permanece até hoje. No ano 2000, as fundadoras venderam a Cascor para o Grupo Patrimônio Private Equity. Em 2008, o Grupo Abril e Grupo Dória (pertence ao empresário e Governador de São Paulo, João Dória) adquiriram a mostra em sociedade. Desde 2011, o Grupo Abril é único dono da atividade.