Embrião Musical procura artistas para gravar disco

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


O Embrião Musical é um projeto similar ao Incubadora do Dosol, sendo que feito pela Frika Records e foi contemplado no Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) da Prefeitura do Natal, através da Fundação Capitania das Artes (Funcarte), órgão que tem o peso como Secretaria de Cultura. Neste projeto serão gravados discos de 4 bandas da região metropolitana de Natal que devem se inscrever enviando material (áudios ou vídeos de música autoral. Segundo a gravadora, quanto mais material enviar, melhor.) para análise para o e-mail frikarecords@gmail.com.

O período de inscrição acontecerá até o dia 15 de maio e a divulgação dos artistas selecionados será no dia 20 de maio de 2019. Todos as bandas envolvidas no projeto “Embrião Musical” terão total acompanhamento no processo de produção de um disco, desde a pré-produção, passando pela gravação e culminando no lançamento digital pelo Selo “Frika Records”.

O projeto já vinha sendo sendo realizado com recursos próprios ou com patrocínios angariados para cada trabalho e tem como foco a necessidade de renovação constante do cenário musical do nosso estado, mais especificamente da cidade de Natal.

Entre os anos de 2015 e 2017 “Embrião Musical”, que ainda não tinha esse nome e contava com recursos próprios, lançou vários artistas pelo selo de música independente “Frika Records”. Artistas/bandas do estado do Rio Grande do Norte, como por exemplo: Joseph Little Drop, que foi indicada ao Prêmio Hangar 2016 como banda revelação daquele ano, Wescley J. Gama, que teve dois disco recebendo Menção Honrosa do conceituado site Embrulhador como um dos melhores discos dos anos de 2015 e 2017.

O disco Lagarta de Fogo, de Franco Mathson que também recebeu Menção Honrosa do Embrulhador como um dos melhores discos de 2017, além de outros lançamentos, como Lázaro Cunha e Banda, Selenita Aparte, Mamute Sound, Blood Spencio entre outras.