Oito de Março: Mulheres vão às ruas para protestar contra Reforma da Previdência

Compartilhe:

O carnaval acabou e o ano de 2019 finalmente começará, com os perigos dos retrocessos sociais. Nem sempre a vida das mulheres são flores, como as rosas que são entregues para elas no dia 8 de março, visto que essa data surgiu a partir de uma reivindicação de pessoas pedindo igualdade de gênero nas condições de trabalho. Apesar das melhorias, ainda tem muito a melhorar e recentemente o Governo Federal criou um documento propondo a Reforma da Previdência, no qual aumenta a idade mínima para a mulher que possa aposentar. Por causa disso, a mulherada vai se reunir nas ruas de todo o Brasil e inclusive em Natal na próxima sexta-feira (8), com concentração na sede do INSS, no bairro do Tirol,  para protestar contra essa medida.

Além disso, elas querem lembrar a memória da vereadora carioca Marielle Franco, morta no ano passado e até o momento nenhum dos mandantes ou os assassinos foram presos.

8 de março é dia internacional de luta das mulheres! A mulherada de Natal vai se reunir às 15h na frente do INSS, na Rua Apodi, para dizer que é contrária ao governo de retrocessos de Bolsonaro, reivindicar memória e justiça à Marielle Franco, denunciar as diferentes formas de violência contra as mulheres e defender as conquistas democráticas e a Previdência Social. A mulher trabalhadora é a mais prejudicada pelo desmonte da Previdência. O aumento da idade mínima de 60 para 62 entre as urbanas, de 55 para 60 entre as rurais, é mais uma forma brutal de violência contra a mulher que o atual governo promove.

A manifestação promete reunir várias organizações em defesa das mulheres, além de sindicatos e organizações estudantis. Para saber mais informações do evento é só acessar este link.