Doando alimentos, você pode fazer sua declaração do Imposto de Renda na UFRN

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Parece um jogo de quebra-cabeça quando vamos declarar o Imposto de Renda anualmente. Para dar aquela mãozinha, a Empresa Júnior do Curso de Ciências Contábeis da UFRN (ACont) realiza, até o dia 26 de abril, a ação de extensão Imposto de Renda – Pessoa Física 2019, que tem o objetivo de ajudar a população da grande Natal na declaração do imposto.

O atendimento é aberto ao público no horário de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 12h30 e das 14h às 17h, na Sala A3 do Setor de Aulas V.

E, agora, o que eu faço ? Para realizar a declaração, é necessário que o contribuinte compareça na sede do projeto com os seguintes comprovantes: rendimentos de 2018, despesas com saúde, educação, registros ou carnês de financiamentos, dados de bens (carros e casas, por exemplo), além de movimentação de poupanças e contas correntes.

Para pessoas com rendimentos de até R$ 50 mil, o serviço terá custo mínimo de 4 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal). Para as pessoas com rendimentos entre R$ 50 e 70 mil, será necessária a doação de três pacotes de leite em pó e uma taxa de R$ 15. Já para quem teve rendimentos entre R$ 70 e 120 mil, será cobrada a doação de dois pacotes de fraldas geriátricas mais a taxa de R$ 20.

Os declarantes com rendimentos acima de R$ 120 mil devem contribuir com três pacotes de fralda geriátrica mais uma taxa de R$ 25. Os servidores da UFRN, ativos ou aposentados, devem doar um kit de limpeza pessoal composto por escova de dente, creme dental, sabonete, shampoo, condicionador e desodorante, além de uma taxa de R$ 20.

[the_ad_placement id=”1″]

A ação de extensão é realizada desde 2006 e, no ano passado, foram feitas 1.536 mil declarações, arrecadando mais de três toneladas de alimentos, 506 pacotes de fraldas geriátricas e 103 kits de higiene, que foram distribuídos em instituições filantrópicas da grande Natal.

O projeto atenderá até o dia 26 de abril. Outras informações podem ser consultadas no Facebook da Acont ou através do e-mail contato.acont@gmail.com.

Após o período de envio das declarações, um grupo de alunos fará análise da malha fina, auxiliando as pessoas que forem alertadas sobre problemas durante o preenchimento da declaração a corrigir erros junto à Receita Federal. Caso o erro tenha sido do contribuinte, será cobrado o valor de R$ 60. Se for por um erro da empresa, o serviço será feito gratuitamente.