Multidão e a música de reistência para 2019

Compartilhe:

2019 é o ano que vamos fazer inúmeras críticas contra os avanços do conservadorismo no Brasil. Desde dezembro de 2018, o músico Digo Amazonas, em São Paulo, criou o projeto “Multidão”, que lançou o single chamado “Desordem e Protesto”, com forte posicionamento político contra a atual situação nacional. A intenção do músico era realmente fazer um “grito de guerra contra o falso nacionalismo e da onipresente falsidade na política brasileira”. 

“Queria que esse clipe fosse um lembrete do que significou 2018 e da angústia coletiva que estamos vivemos enquanto brasileiros, e a Maranha Filmes conseguiu captar totalmente essa ideiae fazê-la em imagens”, disse o músico.  A Maranha citada na fala é uma produtora audiovisual focada em inspirar transformações reais através de conteúdos que revelam assuntos urgentes e inadiáveis. Então, como os dois querem tocar o dedo na ferida política, fazer um clipe sobre o assunto seria rapidinho feito.

Este não é o primeiro single de protesto, a canção “Brasilis” é uma epopéia carnavalesca (lembrando que carnaval de 2019 vai ser em março) que contou a história do Brasil em ritmo de marcha-rancho e frevo. “Lançado em outubro, no olho do furacão eleitoral, contou com mais de 50 pessoas envolvidas entre músicos, cineastas, ativistas, atores e colaboradores que se engajaram nessa crítica Oswaldiana às origens das injustiças sociais do nosso país e ao nacionalismo oportunista”, explica.

Multidão surge no país como uma plataforma colaborativa de artistas que usam da música, cultura e ativismopara tratar temas da sociedade brasileira, e já promete mais singles e conteúdos para o ano de 2019.

Digo Amazonas, que é um dos fundadores do Bloco 5Kaya na Gandaia, percussionista da banda O Mangue e baterista dos Araras Negras. Seguindo o seu processo criativo e fugindo dos formatos de banda ou artista solo, criou a Multidão com uma proposta contemporânea de tornar-se uma plataforma de criação coletiva, onde músicos, produtores e artistas se conectam para criar conteúdos juntos, sempre com base na diversidade e nacolaboratividade.As palavras-chave são música, cultura e ativismo. O primeiro single, “Brasilis”, foi lançado em outubro e o segundo, “Desordem e Protesto”, em dezembro de 2018.

Além de Digo, o grupo conta com Andre Mota (guitarra), Juari Dovenas (baixo) e Ivan Silva (percussão).

Confira o clipe completo a seguir: