Vamos falar de Fake News no Dia do Jornalista

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Hoje, 07 de abril, comemora-se o Dia do Jornalista. A data surgiu como uma homenagem a Líbero Bardaró, jornalista que fazia oposição ao imperador Dom Pedro I e foi brutalmente assassinado. Você já olhou ou ainda vai olhar diversas postagens de jornalistas falando da importância do profissional para informar, pedir que o trabalho do profissional seja valorizado ou alguma piada sobre o salário ruim que a gente recebe. Mas, poucos vão falar da ferida do trabalhador e como a internet pôs em cheque a nossa função.

Leia Também:

Jornalista! Calma, vai dar tudo certo

Agora, várias pessoas estão analisando e estudando a onda de propagação de Fake News, que são textos publicados com linguagem jornalística (reportagem ou notícia), no qual serve para mentir sobre uma determinada pessoa com finalidade lucrativa ou não. Sabe aquela fofoca de parente? Sendo que esta pode danificar ou destruir a imagem de uma pessoa, empresa e até mesmo um órgão público.

Na última quarta-feira (4), o Brechando acompanhou o Papo de Mídias, projeto desenvolvido pela professora e jornalista Erika Zuza para discutir a comunicação social no século XXI e também as novas tecnologias de comunicação. Junto com outros jornalistas e um profissional da informática, eles discutiram mecanismos de pesquisa para averiguar os fatos que são cada vez mais rápidos de serem disseminados, principalmente através de aplicativos, como o Whatsapp.

A seguir, uma super reportagem do blog. Clique a seguir e boa leitura !
Esse texto é para falar de Fake News