Jovens do interior poderão assistir filme 3D em mostra itinerante

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Apenas Natal e Mossoró tem salas de cinemas, principalmente aqueles filmes 3D. enquanto isso outras cidades do estado só assistem filmes através de diversos eventos. Por isso, a Cosern quer promover a magia do cinema em tela grande e em três dimensões chegando para os estudantes de escolas públicas de cidades das do Rio Grande do Norte, com direito a pipoca e suco durante a projeção, feita dentro de um “cinema inflável”.

A abordagem mais comum para a produção de filmes em 3D é derivada da fotografia estereoscópica. Nele, um sistema de câmera de cinema regular é usado para gravar as imagens como pode ser visto sob duas perspectivas (ou imagens geradas por computador com as duas perspectivas em pós-produção), e um programa de computador de projeção especial e/ou óculos são usados ​​para fornecer a ilusão de profundidade durante a exibição do filme.

Essa atividade faz parte do projeto cultural “Cine Sertão”, iniciativa patrocinada pela Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, por meio da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo. Serão percorridas cidades da região Oeste e Seridó.

As atividades acontecerão a partir da próxima sexta (6) em Itajá e depois segue para Jucuru, Cruzeta, Currais Novos, Umarizal e encerrando em Marcelino Vieira.

Além das sessões de cinema em 3D, os estudantes participam de oficinas sobre meio ambiente, são estimulados a plantar mudas de árvores nas proximidades das escolas e aprendem lições sobre o uso seguro e eficiente de energia elétrica acompanhando na telona as aventuras de “Paxuá e Paramim”, dois indiozinhos criados pelo artista baiano Carlinhos Brown, que também trabalho como músico e está na televisão como jurado do The Voice Brasil Kids.

Confira o calendário do projeto Cine Sertão a seguir:

06.04: Itajá

12 e 13.04: Jucurutu

18.04: Cruzeta

19 e 20.04: Currais Novos

26.04: Umarizal

27.04: Marcelino Vieira

A atividade faz parte do Programa de Sustentabilidade do Grupo para o desenvolvimento das comunidades onde ele atua, realizando parcerias e implementando programas que contribuam para o desenvolvimento social, por meio de ações de empoderamento e valorização da cultura e dos costumes locais.