Madrugando para ver um filme novo do Star Wars, por quê?

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


A gente já brechou a pré-estreia do Episódio 7 da saga de Star Wars e neste ano não seria diferente com a pré-estreia de Rogue One, um spin-off da série que faz uma ponte entre a primeira e segunda trilogia do mundo criado por George Lucas. Muita gente é fã mesmo que resolveu madrugar nesta quarta-feira (14), no Cinemark, do Midway Mall, mesmo pagando uma inteira para isto. Quem viu gostou, certo?

Stormtrooper em forma de balde de pipoca
Stormtrooper em forma de balde de pipoca

“Eu quero ver que explique algumas lacunas deixadas pelo Episódio IV”, comentou Gustavo Guerreiro enquanto jantava.

Ao contrário do ano passado, não houve gente vestida de Darth Vader, que desta vez realmente participa ativamente no filme. Mas, as pessoas vestiram a camisa, literalmente, em relação aos personagens da saga.

A única coisa que chegou mais perto de um cosplay foi um rapaz que criou uma ombreira com silvertape e grudou dois bonecos do RD-2 em cada ombro.

rogueonepreestreia-3

Era comum ver gente entrando pelo MC Donald’s, único estabelecimento do Midway que fecha uma hora depois das outras lojas, para jantar com a camiseta do Yoda, Darth Vader e Stormtrooper.

Uns chegaram a arriscar em gastar mais de 50 reais para comprar o kit de pipoca com uma cabeça de stormtrooper.

Outros foram mais contidos e levaram um sabre de luz que estava guardado num cantinho do quarto.  “Espero que o filme faça jus a franquia Star Wars, não quero que visa em apenas lucros e não tenha uma boa estória para contar”, disse o Luan Fraga, com seu sabre de luz do lado luminoso da Força.

O sabre de luz
O sabre de luz

O shopping podia estar fechado de madrugada, mas quanto mais chegava a hora de começar o filme mais carros estavam chegando. Era comum ver nas mídias sociais gente colocando a hashtag: #partiurogueone.

#partiurogueone
#partiurogueone

Outros, no entanto, resolveram arriscar de conhecer as aventuras que aconteceram há muito tempo numa galáxia distante somente com Rogue One. É o caso de Aylane Silva, que estava super ansiosa e criando diversas expectativas.

“Muita gente fala que Star Wars é somente para nerds. Mas não acredito neste generalização. Eu quero saber se realmente é o que dizem sobre Star Wars e se é tão incrível como os meus amigos falam para mim. É a minha primeira vez e estou muito ansiosa”, afirmou.

Já a Mariana Oshima é mais “experiente” e assistiu todos os filmes. Mesmo sendo um pouco tímida, ela resolveu contar o blog sobre as suas expectativas com esta mais nova produção. “Espero que seja bem legal e consiga contar a história da Rogue One de forma clara, pois o público está querendo saber mais detalhes. Espero que lance um filme melhor que o outro”.

Eram 23h40 quando a fila para adentrar a sala. Quanto mais rápido para chegar, melhor, mesmo que os bancos estivessem já marcados. “Eu quero ver o Darth Vader, porque ele é foda”, disse o apressado Danilo Santos que corria para fila enquanto lhe entrevistava.

Eita, deu meia-noite, hora de ver o filme. Os trailers estavam passando um quiz da Galinha Pintadinha, que foi retirado rapidamente após a pergunta: “Quantos anos a Galinha Pintadinha tem?”, causando risos na plateia. Depois veio o aviso para colocar os óculos 3D e assistir os teasers de produções voltadas para o público nerd.

No final, apareceu o letreiro “Há Muito Tempo Numa Galáxia Distante” e vou parar por aqui, pois o objetivo da matéria foi cumprido e senão darei spoilers. Tchau!