Supermercado responde sobre caso de transofobia

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


Foto: Nominuto

O supermercado Carrefour enviou uma resposta nesta terça-feira (16), através das redes sociais, sobre a confusāo de transofobia que aconteceu neste fim de semana em Natal. O estabelecimento comercial alegou que não concorda com a atitude do rapaz que agrediu e ameaçou de morte as duas transgêneros que adentraram no banheiro feminino.

O estacionamento da multinacional é utilizado como point do público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais).  O caso aconteceu na noite desta sextas-feira (12). Tudo começou quando uma trans entrou o banheiro feminino e uma moça se escandalizou com o fato. Então, o marido dela chegou ameaçar aqueles que foram defender a trans, dizendo que iria matá-los e lhes xingaram. O vídeo do caso pode ser visto neste link.

image

Foi descoberto que o agressor é um dos donos de uma das lojas existentes na Praça de Alimentaçāo. De acordo com o supermercado, o contrato com o lojista foi encerrado. Confira a nota do Carrefour a seguir:

image

Mais informações podem ser conferidas no Twitter do Carrefour.