Qual a diferença da lua cheia e da Superlua?

Compartilhe:

Muita gente fica com dúvida quando aparece notícias como: “Hoje a noite vai aparecer a Superlua nos céus brasileiros”. Mas, quando chega finalmente para olhar o fenômeno, apenas vê uma lua cheia mais iluminada. No dia primeiro de janeiro deste ano, apareceu mais uma vez o fenômeno que acontece no céu esporadicamente. Então vem piadas como essa que fiz no Twitter:

Todo mundo sabe que a lua possui quatro fases: crescente, minguante, nova e cheia. O ciclo completo, denominado lunação, leva pouco mais de 29 dias para se completar, período no qual a Lua passa da fase nova, quando a sua porção iluminada visível passa a aumentar gradualmente até que, duas semanas depois ocorra a lua cheia e, cerca de duas semanas seguintes, volta a diminuir e o satélite entra novamente na fase nova.

Afinal, qual a diferença da lua cheia e da Superlua? Toda superlua aparece na lua cheia, mas nem toda lua cheia é uma superlua. Pareceu confuso, não é?

Na verdade, a Superlua só acontece quando a lua está cheia. É a ocasião da lua cheia se encontra próxima ao perigeu. O que significa esta última palavra citada? É o ponto da órbita de um corpo celeste ou de uma nave espacial, em que ele se encontra mais próximo do astro em torno do qual gravita. Ou seja, se estiver mais próximo do Planeta Terra.

Comparação da lua em relação às estrelas no céu

Quando um corpo celeste está longe da órbita da Terra se chama de apogeu.

O perigeu — a menor distância entre a Lua e a Terra — é quando o satélite natural está a “apenas” 356.565 km da Terra, sendo que a distância média, segundo a Nasa (Agência Espacial do Estados Unidos), é de 384.400 km.

Na cultura geral, a superlua, por vezes, é associada  a desastres naturais, como sismos e vulcões, ou mesmo tempestades. A diferença das luas com as anteriores é que ela fica mais brilhante do que em outras vezes que aparece no céu. No dia 31 de janeiro acontece uma “quase” Superlua, pois o perigeu acontece na véspera, dia 30, momento que a lua está na fase crescente. Por esse motivo, ela também estará aparentemente maior e mais brilhante que o normal.

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta