Chegou o Verão: Qual a maior temperatura que Natal já atingiu?

Compartilhe:

O dia 21 de dezembro marca o início do verão nas terras tupiniquins, apesar que já sentimos a quentura e o calor há tempos, só observar as crises alérgicas, água em excesso e viver em lugares com ar-condicionado ou ventilador. A gente já falou qual foi a menor temperatura que Natal chegou, mas qual foi a mais alta? Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a maior atingiu 34 °C em 25 de dezembro de 2006. Calma, ainda não chegamos a sensação Rio 40 graus.

Ou seja, há 11 anos conseguimos atingir a maior temperatura desde que existiu o instituto.  Já a menor temperatura registrada em Natal foi de 10,6 °C em 9 de outubro de 1967 e a maior atingiu 35,9 °C em 25 de dezembro de 2006. Sim, há 47 anos já sentimos um frio de 10 graus.  O  número anterior era de 14,8 C, registrado no dia 28 de junho de 1959. No entanto, outros dados apontam que a menor temperatura registrada em Natal foi de 15,4 °C em agosto de 1999.

No ano de 2015, a menor temperatura registrada em Natal foi 19 graus, no dia 30 de julho.

E as chuvas? O maior acumulado de precipitação observado em 24 horas foi de 253,2 mm em 30 de julho de 1998. Alguns outros grandes acumulados foram 222 mm em 15 de junho de 2014, 216,8 mm em 2 de julho de 2008, 210,4 mm em 9 de junho de 2008, 184,4 mm em 27 de junho de 2000, 171,9 mm em 8 de agosto de 2008, 168,4 mm em 5 de maio de 1988, 167,7 mm em 18 de junho de 1986, 163,5 mm em 16 de maio de 2005, 153,1 mm em 17 de junho de 2001 e 152,4 mm em 15 de julho de 2004.

O mês de maior precipitação foi julho de 1998, com 791,8 mm acumulados, e o menor índice de umidade relativa do ar foi registrado na tarde do dia 9 de março de 1970, de 32%.

Vale lembrar que estamos no inverno e neste período, o Rio Grande do Norte registra o aumento de chuvas na capital do Rio Grande do Norte.

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta