Como o RU da UFRN ajudou a reduzir o desperdício de comida

Compartilhe:

O Restaurante Universitário da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) reúne vários universitários na hora do almoço e jantar, no qual não é difícil ter desperdício de comida. Por isso, os funcionários e bolsistas, ambos do Departamento de Nutrição, criaram a Campanha Contra o Desperdício. Frases como “Você vai mesmo comer tudo o que colocou no prato?” e “Qual o tamanho da sua fome hoje?” foram estrategicamente espalhadas no ambiente para que os frequentadores visualizem e pensem em seu comportamento ao se servirem. Além disso, na hora de descartar o que sobra no prato, os alunos podem ver em tempo real, por meio de uma balança, a quantidade de alimento que está indo para o lixo.

A campanha só surgiu após o restaurante desperdiçar diariamente 230 quilos de lixo orgânico. Com uma conta simples pode-se ter uma noção mais exata do montante de alimentos desperdiçados no RU antes da campanha começar. Considera-se como peso médio um prato de comida com 550 gramas. Pensando especificamente nos 230 quilos desperdiçados e o peso médio de um prato com comida, daria para alimentar cerca de 300 pessoas por dia.

Essa quantidade de lixo não leva em consideração ossos, cascas, gorduras ou outras coisas deixadas pelas pessoas.

Além disso foi feito uma pesquisa com os alunos para saber o motivo de desperdiçar comida, no qual muitos responderam por questão cultural, visto que os usuários já têm o hábito em casa de colocar comida a mais e não comer tudo. Os discentes ainda comentaram que muitas vezes desperdiçam por conta do preparo de comida.

A campanha tem apresentado resultados positivos e a redução na quantidade de comida desperdiçada é perceptível. No almoço, iam para o lixo, em média, 135 quilos, mas, depois do início da campanha, esse número foi reduzido a 80 quilos. No jantar, houve uma diminuição de 100 para 60 quilos de alimentos jogados fora. Esses números ainda estão distantes do ideal, que seria zero, no entanto, a redução apresentada mostra uma mudança relevante no comportamento dos usuários do serviço.

No mundo, cerca de 30% de todos os alimentos produzidos a cada ano vai para o lixo. Este dado foi divulgado em setembro do ano passado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO-ONU), a principal entidade internacional de combate ao desperdício de comida. O impacto dessa postura gera consequências graves, tanto na economia mundial, que tem um prejuízo estimado em US$ 940 bilhões, quanto no meio ambiente, que passa a ter cada vez menos recursos naturais, sem contar no gasto de energia para produzir a comida e na grande quantidade de dióxido de carbono jogada na atmosfera durante esse processo.

Devido aos bons resultados iniciais, a campanha se estende até o final de novembro.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!