Seis museus alternativos na cidade para conhecer

Compartilhe:

“Natal não tem museu”, quem nunca escutou esta frase? O Brechando  vai quebrar este argumento e mostrar que Natal tem museus sim e alguns bacanas para conhecer. Confira a nossa litinha:

Museu das Naus 

Foto: Iate Clube de Natal

O Museu das Naus foi inaugurado no dia 24 de agosto de 2012 e foi fundada pelo arquiteto João Maurício. A intenção é contar a história do descobrimento do Brasil até fundação da cidade do Natal através da evolução das embarcações de navegação. O museu fica no Iate Clube de Natal, no bairro de Santos Reis.

Museu de Arte Sacra

Muitos conhecem a Igreja Santo Antônio, conhecida como a Igreja do Galo. Sabia que lá tem um museu? Sim, lá abriga o maior acervo de arte sacra do Rio Grande do Norte. Criado em 21 de dezembro de 1988, o Museu de Arte Sacra do Rio Grande do Norte o objetivo é “recolher, inventariar e expor objetos de arte religiosa do Estado, cujo patrimônio, pela sua qualidade e importância histórica, merece ser preservado”.

O museu possui apenas três salas que reúne um acervo com imagens de santos dos séculos XVII a XX, além de pinturas, alfaias, mobiliário, ourivesaria e prataria utilizadas no culto religioso. Tem, ainda, oratório de camarinha, voltado para a devoção doméstica.

Museu dos Minérios

O Museu de Minérios do RN possui um acervo de 1.800 peças. As amostras são de diversos materiais, desde argila, passando pelo ferro e pedras preciosas.  O espaço ocupa uma área de 670,62 m², divididos em dois pavimentos, com oito ambientes internos e fica dentro da unidade central do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Memorial Câmara Cascudo

Perto da antiga catedral de Natal, existe uma estátua com a imagem de Luís da Câmara Cascudo sendo segurado por uma mão, este é o ponto de referência para adentrar ao prédio do Memorial Câmara Cascudo, um museu que visa preservar e divulgar a vida e a obra de Luís da Câmara Cascudo, abordando diversos aspectos, com destaque a biblioteca particular de Câmara Cascudo, com cerca de 10 mil volumes de diversos assuntos como folclore, religião, história, biografias e romances, conta ainda com quadros que retratam momentos marcantes da vida de Câmara Cascudo. A biblioteca é considerada “rara” por possuir obras do início do século passado e livros em diversos idiomas. Grande parte dos livros tem anotações de próprio punho de Cascudo e dedicatórias dos autores.

Museu da Imprensa

O Museu da Imprensa Oficial Eloy de Souza fica no Departamento Estadual da Imprensa, na Ribeira, onde funcionou por muitos anos o jornal “A República“. O museu existe desde 2003 e é uma homenagem ao Eloy de Souza, um dos pioneiros do jornalismo potiguar. Lá se vê como eram feitos os jornais, como as máquinas impressoras funcionavam, o conteúdo da imprensa (colunas, formas de notícias, artigos doutrinários etc., e até romances em capítulos).

Casa de Câmara Cascudo

A casa foi construída em 1900 pelo industrial Afonso Saraiva Maranhão, em forma de na forma de um chalé, e adquirida, em 1910, pelo futuro sogro de Câmara Cascudo, Desembargador Dr. José Teotônio Freire (1858-1944). Em 1947, Cascudo comprou o chalé da sua sogra Dona Maria Leopoldina Viana Freire, e lá ele viveu até o fim de seus dias, em 1986. Em 1990, ela foi tombada a nível estadual pela Portaria No. 045/90, como forma de preservação e conservação histórica.

Em 2001, o local tornou-se um museu. Na residência estão dez coleções e todo acervo bibliográfico e documental de Câmara Cascudo. Curiosidades como as paredes autografadas da biblioteca, a preciosa pinacoteca, o mobiliário de época e a coleção de comendas, são algumas das atrações da instituição, que testemunha uma vida dedicada ao saber e a cultura do Brasil.

 


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!