Lugares para aprender em japonês em Natal

Compartilhe:

Gosta da cultura japonesa e possui interesse em falar o idioma? Sabia que tem um lugar para aprender em Natal? Onde? Como? Na verdade, existem dois lugares que ensinam o idioma da terra do sol nascente, um dos locais é a Wizard. Mas, você pode aprender em um canto acessível, visto que o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) disponibiliza por semestre turmas para aprender o idioma.

A duração do curso é de quatro anos e é dividido em oito níveis. É um dos mais tradicionais da cidade. Veja esta matéria produzida por estudantes de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN):

É caracterizada por um sistema complexo de construções honoríficas, que refletem a natureza hierárquica da sociedade japonesa, com formas verbais e vocabulários particulares que variam de acordo com o status relativo entre interlocutores (muito confuso mesmo). O repertório de fonemas da língua japonesa é relativamente pequeno, e tem diferenciação léxica baseada em um sistema de acento tonal. O nome japonês para a língua é nihongo.

A língua japonesa sofreu influência maciça da língua chinesa por um período de, no mínimo, 1.500 anos. Muito de seu vocabulário foi importado da língua chinesa ou criado com base em modelos chineses. Sua gramática é semelhante à da língua coreana e há indícios de que são correlatas.

O curso de japonês do IFRN é administrado pela Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte (Funcern), criada em 1994, cujo objetivo é apoia as ações de pesquisa, ensino, extensão e desenvolvimento do IF. Além de organizar alguns concursos existentes do Rio Grande do Norte, a fundação tem a parte de escola de idiomas, no qual as matrículas são abertas semestralmente.

Para se matricular tem que ter no mínimo 14 anos de idade. Os cursos são ministrados em regime semestral com 54 horas por nível, funcionando em dois dias da semana ou uma vez por semana (sextas e sábados). Cada semestre concluído, o aluno recebe um certificado. Diferente das escolas tradicionais, no qual a gente paga por mensalidade, o curso de japonês o aluno paga por semestre. As matrículas acontecem a partir do dia 19 de julho. O custo da matrícula é 20 reais e o investimento é 480 reais, mais detalhes na Funcern.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!