Tatuador faz projeto de reconstruir seios destruídos por câncer

Compartilhe:

O tatuador Roberto Nascimento, que fez a minha tatuagem nas costas, também é conhecido por resgatar a autoestima das mulheres, algo que já falei um pouco no O Chaplin. Ele também ajuda a recuperar os mamilos de mulheres que foram retirados durante a mamoplastia, que faz parte do doloroso tratamento de câncer de mama.

Depois do tratamento, os seios são recuperados com próteses de silicone, porém muitas pessoas ficam sem o mamilo e não sabem como reconstituí-lo. Então, o tatuador teve a ideia de criar um projeto em reconstituir mamilos através de tatuagem e de graça. É uma forma de recuperar a feminilidade e a autoestima que foi retirada em um processo doloroso.

Existem vários trabalhos iguais ao de Roberto espalhados pelo mundo, como o projeto Personal Ink, que oferece tatuagens no peito para cobrir as cicatrizes de mulheres que enfrentaram a doença e desejam recuperar o bem-estar com próprio corpo. Criado pelo americano Noel Franus, consiste numa plataforma virtual que reúne tatuadores e interessadas no serviço.

No Brasil, um dos pioneiros em realizar este trabalho foi o tatuador Miro Dantas, que realiza tatuagens de graça para aqueles que têm esse problema e desejam uma solução. A técnica consiste em fazer um retrato da aréola, com uma mistura de cores para que o desenho fique de acordo com o da pele da pessoa. Então, através de sombra e luz, cria a ilusão da existência dos mamilos.

O primeiro trabalho aconteceu em março do ano passado. Demorou em torno de 20 dias entre o primeiro contato com o paciente e a execução. Nascimento explicou que houve um encontro prévio para a analise do assunto e do tipo de trabalho que seria feito. Tanto o tatuador quanto a paciente ficaram muitos satisfeitos com o trabalho, que terminou em clima de descontração. O sentimento após esse trabalho? De dever cumprido.

Depois desta cliente, outras mulheres já procuraram o Roberto para fazer trabalhos similares, que será gratuito e destinado apenas a pacientes que tiveram que fazer a mastectomia.

O último trabalho feito foi postado em 1º de maio deste ano e mais uma vez foi parabenizado pela boa ação. Veja a postagem do tatuador a seguir:

Vale lembrar que trabalho de correção não será cobrado no estúdio para os casos que forem selecionados. Não abriremos um caminho comercial para fazermos estas dermo pigmentações. Somente os casos que precisam e não podem pagar serão atendidos.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!