Adélia Danielli lança primeiro livro nesta sexta-feira (13)

Compartilhe:

A editora Tribo lançará o livro “Bruta” na noite desta sexta-feira (13), no Mahalila (próximo da capela do campus da UFRN). A autora é Adélia Danielli e esta é o seu primeiro trabalho solo, que já é conhecida pelos poemas na cena independente natalense.

“minha poesia/não tem pompa/não anda/de salto alto/não tem garbo/de difíceis/palavras/caminha/com pés/descalços/desce
ladeira abaixo/cantando/assanhada e suada/não desfila/elegante/pelas calçadas/tem perfume delicado/mas por vezes que/entranha/invade, corta/e sangra sem/a menor cerimônia”

Um dos poemas que estarão no livro

Serão textos escritos de forma bruta e não teme por sua falta de lapidação. A autora desdobra-se em poemas sobre o ser. Despe-se daquilo que é moda, não se importa em ser brega: quer mais é que o mundo a acompanhe na dança e sinta todo doce e amargo que sua poesia tem a oferecer. O prefácio é assinado por Déa Paulino.

Este é o décimo livro da editora Tribo, conhecido pela sua produção independente e já lançou biografias, contos, quadrinhos, fanzines e outras produções dos artistas potiguares.  Uma das produções mais famosas é o lançamento da biografia sobre o ex-jogador de futebol Marinho Chagas, que chegou a participar da seleção brasileira.

Adélia é natural de Currais Novos, mas mora em Natal há algum tempo. Danielli tem toques do cotidiano e da cultura que ela absorve no seu dia a dia. Faz parte de uma nova geração da poesia de Natal, que possui influências de Paulo Leminski, Fernando Pessoa e Arnaldo Antunes.

O projeto gráfico do décimo livro da Tribo traduz, em sua identidade, muito do texto da currais-novense. Um toque ríspido da capa em papel kraft e a individualidade da serigrafia, única em cada capa. Apesar das arestas rústicas, o interior é pincelado com sutileza por imagens das sensíveis lentes do fotógrafo e jornalista Pedro Andrade, que dedicou seu tempo a registrar o universo particular da poeta.

No dia seguinte, dia 14 de maio, sábado, ela vai participar do Bazar Independente, especial Ação Leitura, onde discutirá sobre a participação da mulher na escrita.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!