O nome certo seria Assú ou Açu?

Compartilhe:

Desde pequena sempre fico confusa se a forma certa de escrever da cidade da região Oeste do estado é Assú, Assu ou Açu? Já vi muita gente escrevendo nestas três formas. Mas, qual o nome seria o correto? Existe? Nós vamos explicar melhor sobre o jeito certo de escrever  a seguir.

A origem da palavra é Açu com cedilha mesmo, originária da palavra em tupi, no qual significa: Aldeia Grande. Ao longo do tempo, a palavra recebeu uma adaptação da língua portuguesa que substituiu o “Ç” por “SS”. Entretanto, toda palavra derivada do tupi-guarani grafa-se sempre com “ç”, como: Turiaçu, Pirajuçara, Embu-Guaçu, Paraguaçu etc.

Por que não falei tupi-guarani? Tupi-Guarani é uma família de línguas, que originou dois idiomas: o tupi e guarani, que ainda é falado em alguns países, como o Paraguai.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) se refere ao município como Açu. Mas, o site da Prefeitura da cidade escreve da outra forma. Portanto, não existe uma ortografia certa da palavra, o que houve foi um aportuguesamento das expressões indígenas.

Entretanto, alguns questionam o certo, pois as atuais regras de ortografia da língua portuguesa mostra que a grafia correta é Açu, pois prescreve-se o uso da letra “ç” para palavras de origem tupi, bem como não se acentuam oxítonas terminadas em u

História de Assú

té meados do século XVIII, a terra rica em lavoura e pecuária do vale do rio Açu era habitada pelos janduís, nome do chefe indígena que se estendeu à tribo. Nessa época, os portugueses já haviam começado a explorar os potenciais da região, gerando amplo conflito de interesses com os índios. O homem branco partia para a criação bovina, enquanto os janduís consideravam legítima a caça ao gado. Devido à intensidade das lutas entre brancos e índios, um grande conflito, conhecido como a Guerra dos Bárbaros, marcou a década compreendida entre 1687 a 1697.

Em 1696, Bernardo Vieira de Melo, então governador da Capitania do Rio Grande, colocou-se à frente de uma pequena expedição e fundou à margem esquerda do rio Açu (ou Piranhas) o Arraial de Nossa Senhora dos Prazeres, ponto de reforço para a conquista do sertão. Bernardo Vieira instalou-se com seus soldados no novo arraial, iniciando o aldeamento dos índios e assegurando o estabelecimento dos colonos. Surgiu daí o povoado conhecido como São João Batista da Ribeira do Céu.

O município foi criado por Ordem Régia em 22 de julho de 1766. Inicialmente foi denominado de Vila Nova da Princesa, em homenagem à princesa Dona Carlota Joaquina de Bourbon, que se casou com D. João VI em abril de 1785. A Lei Provincial nº 124, de 16 de outubro de 1845, concedeu à Vila Nova da Princesa foros de cidade com o nome de Açu.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!