O Kinect realmente é potiguar?

Compartilhe:

Para quem não sabe, o Kinect é um controle do console Xbox, no qual o usuário pode jogar sem utilizar as mãos e é ótimo para quem adora o Just Dance. Isso só consegue funcionar perfeitamente graças ao sensor de movimento.  Antigamente, ele era conhecido pelo nome de “Project Natal” e muita gente diz que este nome é devido ao um dos desenvolvedores da cidade ser da capital do Rio Grande do Norte.

Será que isto é verdade? Vamos esclarecer algumas coisas!

Sim, um dos desenvolvedores do Kinect é brasileiro, mas ele não é do Rio Grande do Norte. Vamos contar a história do objeto mais revolucionário da história dos games.

O projeto é do engenheiro Alex Kipman, que vive desde os 14 anos nos Estados Unidos. Antes de se transformar em Kinect, o equipamento se chamava Projeto Natal em homenagem à cidade potiguar, visto que é um dos lugares brasileiros favoritos do Kipman.

“Um de nossos pesquisadores, Alex Kipman, é do Brasil e ele escolheu a cidade de Natal como um tributo a seu País. Além disso, ele sabia que Natal também significa nascer, em latim. Considerando o novo público que será atraído ao Xbox 360 pela novidade, o nome encaixou perfeitamente”, respondeu a empresa.

O nome Kinect vem da mistura de kinésis (grego para movimento) e connect (conectar, em inglês).

A intenção do Kinect era levar ao jogador uma experiência mais natural de jogar videogame, dispensando o uso de um controle físico e, dessa forma, atraindo o interesse de mais pessoas para os games.  Diferentemente das câmeras convencionais dos consoles e dos computadores, o Kinect utiliza uma tecnologia que consegue mapear o jogador em três dimensões.

Assim, o sistema consegue saber onde estão braços, pernas e cabeça do jogador, interpretando os movimentos.  Além dos movimentos, o Kinect reconhece comandos de voz.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!