Conheça mais sobre Plutão Já Foi Planeta: banda participante do Superstar

Compartilhe:

Os natalenses do Plutão Já Foi Planeta (perdi a conta de quantos shows eu já fui!) conquistaram uma vaga no Superstar neste domingo (18), exibido pela Rede Globo. Para quem não sabe, o programa é uma espécie de “The Voice de bandas”, sendo que o público também escolhe através de um aplicativo além dos jurados. O grupo conseguiu não só agradar a audiência, como também ficou com 90% de aprovação, liderando a competição que já está na terceira temporada.

A banda potiguar foi a nona se apresentar no programa vespertino, mas foi quem levantou o público e levou os jurados ao delírio, arrebentando neste segundo dia de apresentações. É formada por Natália Noronha, Gustavo Arruda, Sapulha Campos, Vitória de Santi e Khalil Oliveira. Eles são muito famosos na cena underground natalense, todos os shows são lotados e o povo canta junto todas as canções da trupe. Sente a vibe neste vídeo:

Eles se juntaram no final do ano de 2013, os integrantes da Plutão Já Foi Planeta contam que escolheram o nome da banda a partir de uma matéria jornalística no qual falava do rebaixamento daquele que era considerado o menor planeta do sistema solar. Com poucos meses, eles se apresentaram em programas locais, como esse daqui:

O Plutão Já Foi Planeta lançou o CD autoral “Daqui pra Lá” em 2014 e foi aí que eles entraram como destaque na cena do rock, junto com outras bandas como Far From Alaska (destaque do Lollapalooza de 2015), Talma & Gadelha e Camarones.

O álbum está na íntegra no You Tube e no Spotify (Spoiler: eles estavam em fase de produção do segundo trabalho):

O grupo começou a ser formar quando Gustavo e Sapulha decidiram fazer um projeto com letras autorais. Antes do Plutão, os meninos eram integrantes do Beto Rockefeller. Eles procuraram uma voz feminina e encontraram Natália, estudante de jornalismo da UFRN e já tinha se tornado um sucesso por cantar junto do Talma & Gadelha e disponibilizar covers na internet.

Em 2014, eu entrevistei as meninas para O Chaplin, no qual o grupo estava começando a se destacar. É bacana ver o início de um projeto e que ele está em destaque. Confira a entrevista neste link.

A apresentação completa pode ser conferida no You Tube (final do texto) ou pelo site do programa.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!