Brechando a exposição Pipoco

Compartilhe:

Quando resolvi escrever sobre uma exposição de poesia, pensei em várias coisas. No caminho do evento me deparei com este muro pichado que dizia:

image

“A fala pode voar, mas a poesia sempre deixa marcas”. Foi esta frase que ouvi de um visitante da exposição Pipoco. Assim como ele, eu também cheguei atrasada e peguei o final do recital de poesia feita por jovens poetas, maldito trânsito na Avenida Afonso Pena. Apesar deste problema, eu amei ver que jovens poetas estão mostrando os seus sentimentos a partir das estrofes e versos.

A ideia da exposição veio da poeta (ela odeia que chame de poetisa, beleza?) Regina Azevedo, de 16 anos, que apesar da pouca idade já produziu vários fanzines de poesias, publicou dois livros e foi bastante elogiada por poetas adultos e profissionais.

Poemas pendurados nos varais (Fotos: Lara Paiva)
Poemas pendurados nos varais (Fotos: Lara Paiva)

“O nome pipoco é uma expressão para explosão rápida, curta e forte. Apesar de todos os poetas serem jovens, nós explodimos com várias ideias e estamos divulgando em vários lugares”, explicou a jovem Regina sobre o motivo do nome da exposição ser esse.

O local escolhido foi o SESC de Cidade Alta, no qual faz parte das atividades do Dia da Poesia.

“Escolhi jovens poetas que estão se destacando no cenário local, a escolha foi de temas aleatórios. Os meus escolhidos, por exemplo, eu já expus em outros lugares”, disse Regina.

Durante o lançamento da exposição os poemas ficaram pendurados em um varal de baixo das árvores para que as pessoas possam se deliciar sobre diversos assuntos, desde viagens até sobre lugares românticos. “Agora os poemas ficarão expostos próximo da piscina e do restaurante. Vai ser legal, pois é um local que circula bastante gente”, comemorou Regina.

Além dos poemas de Regina, a exposição conta com poemas de Ana Mendes, Olga Hawes, Leonam Cunha, Silvia Macedo, Igor Barboà, Pedro Bardini, Victor Hugo Azevedo, Gonzaga Neto e Murilo Zatú.

image

Além da exposição, a poeta Regina Azevedo também realizará oficinas de poesias para os alunos e membros associados do SESC durante a semana.

A exposição ficará até o dia 18 de março no Sesc Cidade Alta.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!