Karol Alvares: como homenagear a filha a partir de uma tatuagem

Compartilhe:

Sua mãe faria uma tatuagem em sua homenagem? Colocando o teu nome? Desenho seu? Não? Pelo menos a minha mãe não faria, pois ela não é muito fã deste tipo de arte, mas a Karla Álvares, mãe da Karol Alvares, vítima de um latrocínio que aconteceu em janeiro neste ano, na zona Norte de Natal, realizou uma tatuagem na quarta-feira (17) em homenagem à sua garota, a arte foi feita pelo tatuador e artista plástico Gustavo Rocha. O desenho seria o que a jovem, de 19 anos, iria ter gravado na sua pele pelo próprio Gustavo, mas foi impedida pelo assalto que a matou.

“Então para lhe prestar uma homenagem deixei gravar no meu corpo o seu sonho de dobras e asas, mas confesso esperava um apenas um corpo tatuado marcando o meu, mas o que encontrei foi uma alma de artista sensível e doce e aí compreendi porque minha Princesa havia te escolhido”, disse a Karla.

A tatuagem é um pássaro em forma de origami, arte japonesa em que as pessoas criam desenho com papel, além da seguinte mensagem em letra cursiva: “Karol amor infinito”. A mãe deixou uma bonita mensagem na quinta-feira (19) ao tatuador em seu perfil, que rapidamente viralizou nas mídias sociais.

Confira o recado que a mãe deixou na página do Facebook do tatuador:

A Karol, filha de um socorrista do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), foi fazer uma caminhada com a irmã na Avenida Itapetinga, uma das mais movimentadas na região, usando seus fones de ouvido para escutar suas músicas prediletas no celular. Os assassinos da jovem já foram presos e tinham passagens pela Polícia Militar.

A morte da universitária causou indignação pela população e houve um protesto dos moradores da região na avenida aonde foi morta pedindo mais segurança.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!