Casas de shows em Natal que foram famosas

Casa cinzenta era onde funcionava Music Pub
Compartilhe:

Natal não é uma cidade tão festeira, são poucas atrações festivas famosas. Mas, as poucas casas de shows existentes marcaram a história da juventude de cada década. Pergunte ao seu pai/mãe/tio/tia/primo/prima qual show que marcou a sua adolescência/início da vida adulta. Nós do Brechando catamos algumas histórias dos locais, como Mandacaru e o Circo da Folia.

1) Mandacaru

mandacaru-mall

O Mandacaru foi uma casa de shows na Avenida Ayrton Senna, próximo ao Nira Drink’s. Era bastante famosa nos anos 80/90, onde muitos natalenses dançaram agarradinhos ao som da lambada do Beto Barbosa ou curtiu um bom show de pé de serra (forró à moda antiga, para quem não sabe). Hoje, o local fica dois condomínios verticais e um prédio de lojas com serviços.

2) Circo da Folia

O Circo da Folia antigamente começou no terreno onde hoje pertence ao restaurante Mangai, no bairro de Lagoa Nova. Com a demanda crescendo, eles se mudaram para a Praia de Pirangi, na cidade de Parnamirim. Neste período, as pessoas começaram a alugar casas de praia próximo da casa de shows para poder chegar mais rápido. O Circo da Folia era sinônimo de veraneio por muitos anos. Lá acontecia as apresentações de bandas de axé, forró, e, inclusive, rock (saudades do show do CPM 22).

3) Fortaleza do Forró

Fortaleza do Forró ficava num terreno que ficava entre Natal e Parnamirim. O local era bastante queridinho dos amantes de forró. Quem queria ver a apresentação do Limão com Mel, Cavaleiros do Forró ou aquelas bandas famosas nos anos 90/2000 lá era o espaço ideal.

4) Music Pub

Casa cinzenta era onde funcionava Music Pub
Casa cinzenta (terceira da esquerda para direita) era onde funcionava Music Pub

O Music Pub foi uma das primeiras boates existentes da Rua Chile. Seu nome inicial era Downtown e surgiu durante as inúmeras tentativas de reurbanização do local. Lá havia apresentação de DJs, cantores pop, bandas de rock e dentre outras coisas. Lá teve o show do cantor Paulo Ricardo.

5) Blackout

galpão1

Blackout foi o início das festas culturais na Ribeira deu um novo ar para aquele antigo bairro comercial dos anos 90, que se encontrava abandonado e com poucos moradores. Sem o Blackout, não existiria o Armazém Hall, Dosol e dentre outras casas existentes no bairro da zona Leste da cidade. Hoje o local é onde funciona o Galpão 29, balada bastante conhecida pelo público LGBT.

A casa era de propriedade de Paulo Ubarana, que ficou estampado nas páginas policiais por conta de seu assassinato, de autoria do empresário Anxo Anton.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!