Boicotar a vinda para Natal? Como assim?

Compartilhe:

Tudo surgiu por conta desta mensagem:

campanha-jornalista-natal

Sim, uma campanha para que os turistas não visitem mais a capital potiguar por conta dos casos de homicídios que aconteceram na cidade em janeiro. De acordo com a idealizadora, a campanha é baseada em dados de jornais e agências de notícias do Brasil e do mundo. Essa criação de “campanha” caiu no mesmo período em que foi divulgado que Natal era a décima terceira cidade mais violenta do mundo.

A ideia da campanha foi da jornalista Andréa Mousinho, irmã da turismológa Gizela Mousinho assassinada no dia 2 de janeiro durante um assalto em um bairro da zona Sul de Natal. Revoltada com a violência, ela  iniciou uma campanha na internet para que turistas brasileiro e estrangeiros não visitem Natal devido à violência que assola a cidade.

A jornalista destaca a precária iluminação pública, ruas esburacadas e a quantidade de menores infratores em semáforos. Nos comentários no Facebook, Andréa Mousinho pede que as pessoas compartilhem sua campanha e informações nas redes sociais.

A campanha foi repercutida por Ana Cadengue, no site da Revista RN, e os comentários da matéria são de muita crítica para esta campanha. Dentre os comentários, um diz:

Fabio 

Nada haver isso, sei da violencia, não defendo os governantes, mas não tem como colocar policial em cada rua para “proteger”. Acho que esta jornalista não tem o que fazer mesmo, e esta querendo ibope em cima da morte da irmã.

Uma outra pessoa, identificada apenas como Gloria, lembrou que a cidade é sustentada pela vinda de turistas:

GLORIA 

Voce tem ideia do mau que esta fazendo com seus conterraneos que vivem do turismo a maior fonte renda deste Estado? E os comerciarios / Hotelaria? Voce com certeza tem ideias bem melhores. Vamos ajudar a construir nossa cidade do sol.Acho que o SR WILTON CAMPOS nao viveu o desemprego.DOI MACHUCA CHOCA

A Camille Correia também lembrou da violência que existe na Europa:

Camille Correia

Coitada , ainda sob o efeito da perda. Fugiu do profissionalismo , adentrou a emoção e sentimentos pessoais e egoistas. Minha tia foi assaltada num trem na Itália mês passado, a Europa recebendo os imigrantes sírios e outros está assolada pela violência. Estupros , roubos , foi o destino dela . Chegou a hora chegou, poderia ter sido eu ou minha filha

Você é a favor deste boicote?


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!