Dados sobre o desenvolvimento humano em Natal

Compartilhe:

Nesta segunda-feira (14) foi publicado um dado sobre Relatório de Desenvolvimento Humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) em 2014, no qual aponta que Brasil na 75º colocação no ranking do IDH, Índice de Desenvolvimento Hunano, dentre 188 países, com índice de 0,755, acima da média da América Latina (0,748) e é considerado alto. É o 13º melhor índice entre os latino-americanos.

O IDH é apenas uma média e não ilustra claramente a desigualdade na distribuição do desenvolvimento humano. Os fatores analisam renda, longevidade e educação. Mas, como está Natal?  O Brechando falará logo a seguir:

Os últimos dados retirados sobre a capital potiguar é de 2010. O índice atual é de 0,763. Em 1991, o IDH era de 0,572. Isto mostra que o índice é alto e o fator que contribui isso é a longevidade, com índice de 0,835, seguida de Renda, com índice de 0,768, e de Educação, com índice de 0,694.

Na parte de educação, a proporção de crianças de 5 a 6 anos na escola é de 92,81%, em 2010. No mesmo ano, a proporção de crianças de 11 a 13 anos frequentando os anos finais do ensino fundamental é de 87,76%; a proporção de jovens de 15 a 17 anos com ensino fundamental completo é de 56,46%; e a proporção de jovens de 18 a 20 anos com ensino médio completo é de 47,80%.

71,06% da população é composta de pessoas de 15 a 64 anos, sendo que apenas sete por cento são de idosos e maioria são mulheres. A mortalidade infantil no município é de 14,4 por mil, uma redução de 18 mil nos últimos 10 anos.

Na cidade, mais de 47,80% de jovens de 18 a 20 anos possui o Ensino Médio Completo. A expectativa de vida é de 75 anos e a renda per capita é de 950 reais. Natal ocupa a 320ª posição entre os 5.565 municípios brasileiros segundo o IDH.

Nesse ranking, o maior IDH é 0,862 (São Caetano do Sul, São Paulo) e o menor é 0,418 (Melgaço, Pará). Em comparação aos outros município, o IDH da capital do Rio Grande do Norte é considerado alto.

Índice de desenvolvimento da cidade é considerado alto
Índice de desenvolvimento da cidade é considerado alto

O Pnud considera o desenvolvimento alto a partir das médias  0,700 e 0,799. É maior que o Rio Grande do Norte, cujo IDH é de 0,684, que ocupa a 16ª posição entre as 27 unidades federativas brasileiras e considerado médio.

Entre 2000 e 2010, a população de Natal cresceu a uma taxa média anual de 1,24%, enquanto no Brasil foi de 1,17%. Em 2010 viviam, no município, 803.739 pessoas.

Já a renda cresceu 91,54% nas últimas duas décadas, passando de R$ 496,15, em 1991, para R$ 673,38, em 2000, e para R$ 950,34, em 2010. Isso equivale a uma taxa média anual de crescimento nesse período de 3,48%.

Entre 2000 e 2010, a taxa de atividade da população de 18 anos ou mais passou de 64,95% em 2000 para 67,00% em 2010. Ao mesmo tempo, sua taxa de desocupação passou de 16,89% em 2000 para 9,87% em 2010.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!