Coisas dos anos 90 em Natal que sobrevivem até hoje

Compartilhe:

Apesar de ter morado nos anos 1990 em outra cidade, eu passei bastantes fins de semana e férias na terrinha, como praia, shoppings, clubes e dentre outras coisas. Analisando algumas coisas que presenciei na infância, eu vi que alguns estabelecimentos e lugares que fizeram parte da minha vida infantil ainda sobrevivem. Confira a lista:

1) Big Blue

image

O Big Blue é um mini-parque aquático da praia de Búzios, no município de Nísia Floresta, região Metropolitana de Natal. Fica bem na entrada da praia, próximo daquelas barracas que mantém o mesmo estilo de quando eu tinha cinco anos. O parque quase não mudou, só deu umas mudanças na piscina. Porém, ele ainda tem aquele temível tobogã amarelo. Sim, eles estão modernos e possui uma fanpage no Facebook. E, você, preferia ir no azul ou amarelo?

2) Natal Shopping

image

O Natal Shopping foi inaugurado na década de 90, pelo grupo Ecocil. Minha infância pode ser resumida dentro deste shopping, onde eu brincava nos aviões do Natal Play, comia sanduíche no Mc Donald’s e assistia filmes no cinema perto da Praça de Alimentação (como o filme Xuxa Popstar), no qual tinha que ficar de joelhos sobre o banco para conseguir ver (não tinha aquelas salas de cinemas em forma de arquibancada). Sim, apesar de uma reforma, o estabelecimento ainda sobrevive depois dos anos 90, agora está um shopping está moderno e sofreu algumas alterações.

3) Praia de Búzios

BuziosPlage5

Meus carnavais em Búzios se resume a essas seguintes coisas:

1) Comprar bala no O Pirulito

2) Subir naqueles morros

3) Ir à praia, mesmo com o mar agitado

4) Ir ao Big Blue

5) Jogar Spray de Espuma nos outros

O que mudou? Só que não existe mais O Pirulito, mas as casas de praias não mudaram muita coisa, apesar de alguns gringos tentaram instalar uns condomínios na região. As barracas que eu frequentava com meus pais ainda estão do mesmo jeito. Sim, os morros estão intactos e ótimos para subir.

4) Clubes

Não existia Teatro Riachuelo ou algo do gênero, o jeito dos natalenses se divertirem era indo aos clubes, que eram mantidos pelos órgãos públicos. De manhã, os pais levavam as crianças para brincar nas piscinas dos clubes (antes tinha que fazer aquela avaliação médica) ou comer aquele churrasco, jogar futebol ou rangar aquele almoço maroto. A noite havia os shows de todos os gêneros musicais possíveis. Quem nunca foi no show de Eliane, a rainha do forró, no clube Albatroz? Alguns clubes ainda se mantém daquele jeito de 20 anos atrás.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!