Misturando tabuleiro com a Cidade da Criança

Compartilhe:

Que tal misturar um canto divertido para jogar coisas felizes? Esta foi a proposta do “1° diversão na Lagoa: mostra de RPG e Boardgames”, no qual neste domingo (15), dia da Proclamação da República, resolveram reunir os amantes dos jogos de tabuleiro para um dos cantos mais relaxantes, a Cidade da Criança, algo que já falamos no Brechando. Desde às 10 horas, os amantes estavam lá jogando os tabuleiros, organizado pelo Mundos Colidem.

Se você achava que lá só tinha Banco Imobiliário ou War estava redondamente enganado. Recentemente houve uma nova expansão deste tipo de brincadeira, graças ao jogo “Colonizadores de Catan”, que ajudou no ressurgimento na produção e venda dos chamados boardgame.

image

O local do jogo foi em frente a Lagoa Manoel Felipe que fica no centro do ponto turístico. Era difícil se concentrar no jogo, vendo a bela vista das pessoas passeando no pedalinho e o pôr do sol chegando.  Fotografei o pessoal reunido para jogar e só dava para ver concentração, sorrisos e confraternização, pois isto é a proposta de jogar um tabuleiro com a galera.

Vista da Lagoa Manoel Felipe enquanto estava jogando
Vista da Lagoa Manoel Felipe enquanto estava jogando

Fui com meu namorado e a gente conseguiu fazer amizade com um cara recém-chegado de Recife, pois ele se mudou para cá por conta de um curso na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no qual estava procurando alguma coisa para fazer em Natal. O rapaz, que eu esqueci o nome, e estava querendo saber onde tinha na cidade para divertir.

– Posso jogar com vocês?

– Pode.

– Em Recife, tem muitas lojas especializadas em tabuleiro? Vocês jogam muito – questionou o meu namorado.

– Existe um grupo que joga, mas não é como aqui que tem lojas especializadas sobre o assunto – respondeu o garoto.

Então, a gente sentou numa mesa e um dos monitores que estavam lá no evento foi explicar o funcionamento do jogo e acompanhou a primeira parte da nossa jogatina. Sim, o local tinha diversos fãs e amantes do tabuleiro que estavam dispostos em difundir a cultura do boardgame.

Jogo "A Ilha Perdida" que nós estávamos jogando
Jogo “A Ilha Proibida” que nós estávamos jogando

Nós jogamos “A Ilha Proibida”, no qual a nossa função é fugir de uma ilha que está afundando sobre as águas.  É fácil de compreender e não precisa ter toda aquela estratégia mirabolante para poder ganhar O projeto teve apoio da direção do Cidade da Criança. O diretor Ricardo Buihú estava lá o tempo todo prestando ajuda para o pessoal.

Além dos jogos, o local também estavam vendendo bottoms e camisetas com temática destinada ao público nerd/geek. Havia coisas destinadas aos jogos eletrônicos, super-heróis, quadrinhos, mangás e dentre outras coisas legais.

Confira o álbum de fotos a seguir:


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

5 Comentários em Misturando tabuleiro com a Cidade da Criança

  1. O evento foi show! O nome do jogo que vc jogou é “A Ilha Proibida” e não perdida. Como participante e narrador achei estranho vc como jornalista não ter se atentado a dar o devido crédito a quem batalhou e organizou o evento. Parabéns Raphael e toda sua equipe por exaltar 2 hobbies e fazer do meu domingo um dia de diversão.

  2. Parabéns pela bela e informativa reportagem, Lara Paiva! Como sempre seus clicks e visão jornalística são de encher os olhos. Só esclarecendo que tanto a Trampolim:da Aventura quanto a Dunas Jogos fomos convidados pelo Raphael e sua equipe de RPGistas para este evento na Cidade da Criança. Eles que batalharam para conseguir este espaço lá e nós auxiliamos com os jogos! E dessa forma agradecemos a todos que uniram forças para que tenhamos mais um espaço para se jogar e divulgar os jogos de mesa!

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Vai ter mais eventos do Diversão Na Lagoa - Brechando

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!