Azulão e Goiabão: O que signfica isso na UFRN

Compartilhe:

Algumas frases comuns de ouvir na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN):

– O Departamento de Letras fica no azulão ou chinchila.

– A palestra da professora de Ciências Sociais acontece no Goiabão.

– Você me espera naqueles bancos do azulão.

– Estacione seu carro no Goiabão, pois estou te esperando lá!

Afinal, onde ficam esses prédios? Por que as pessoas lhe chamam assim? Os alunos e professores chamam os prédios dessa seguinte forma por conta das cores que estão pintados.

Goiabão

186052c09c17075989385531925ff

Goiabão é o nome do prédio onde fica Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA). A cor goiaba do prédio é um dos pontos de referências para quem passa no campus central de Natal. O Centro de Ciências Sociais Aplicadas é uma unidade de ensino, pesquisa e extensão, constituída por Departamentos Acadêmicos que difundem áreas específicas do conhecimento humano.

O CCSA foi criado em 13 de novembro de 1973, mediante o Decreto Federal nº 73144 e reformulado pelo Decreto Federal nº 74211, de 24 de junho de 1974. Nessa ocasião, foram eliminados as Faculdades, Escolas e Institutos, criando-se os Centros Acadêmicos que passaram a concentrar a execução das atividades fins da UFRN.

Foto: Panoramio
Foto: Panoramio

É lá onde abriga os departamentos dos cursos de Administração, Ciência da Informação, Economia, Ciências Econômicas, Direito, Serviço Social e Turismo.

As aulas desses cursos são distribuídas entre o setor de aulas I e V, locais que ficam entre o Goiabão.

Azulão

0640486ce2274177310b6e030806a

O azulão é o prédio pintado desta cor que fica próximo à Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM). É onde fica o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), cujos frequentadores brincam que a sigla parece que está escrito chinchila e o “apelido” virou o nome oficial do centro acadêmico.

O CHLA teve suas origens na antiga Faculdade de Filosofia de Natal, fundada em 12 de março de 1955 pela Associação de Professores do Rio Grande do Norte. Além do Curso de Filosofia, posteriormente foram autorizados pelo Decreto Federal n° 40.573, de 18 de dezembro de 1956, o funcionamento dos Cursos de História, Geografia e Letras Neolatinas.

Em 1968 a Faculdade de Filosofia se transformou em Faculdade de Educação e Institutos de Ciências Humanas e Letras e Artes. Com a reforma universitária em 1973 surge o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), que passou a abrigar os Departamentos de Letras, História, Geografia e Filosofia e de Estudos Sociais.

Foto: Panoramio
Foto: Panoramio

Atualmente, o centro abriga os departamentos de os departamentos de Antropologia, Artes, Ciências Sociais, Comunicação Social, Filosofia, Geografia, História, Letras, Psicologia e Políticas Públicas. As aulas são feitas dentro do setor de aulas II, que falaremos em breve.

Hoje, o CCHLA conta com uma estrutura acadêmica de 11 Departamentos, 13 Cursos de Graduação, e 10 Programas de Pós-Graduação, incluindo 10 mestrados e quatro  Doutorados. Fazem parte da estrutura do CCHLA, ainda, o Serviço de Psicologia Aplicada (SEPA), 36 Bases de Pesquisa, 18 Laboratórios e a Biblioteca Setorial.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

1 Comentário em Azulão e Goiabão: O que signfica isso na UFRN

Deixe uma resposta

Breche Também

error: Content is protected !!