Sobre a Igreja de Nossa Senhora da Apresentação

Compartilhe:

A Praça André de Albuquerque fica o marco zero de Natal. Ao seu redor, existe alguns prédios que marcaram as primeiras construções da capital potiguar, no qual está a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, santa padroeira da cidade, no qual contamos a história dela no texto sobre a Pedra do Rosário. Ao longo dos séculos, a igreja teve inúmeras modificações.

O prédio começou a ser construído em 1599. Seu modelo arquitetônico é barroco, que é comum nas igrejas instaladas pelo país. Inicialmente era uma capela, onde foi celebrada a missa de fundação da cidade.  Foi projetado por Gaspar de Samperes, o mesmo da Fortaleza dos Reis Magos.

O primeiro vigário provido na freguesia de Nossa Senhora da Apresentação foi o padre Gaspar Gonçalves da Rocha.

Algum tempo após a construção da primitiva capela projeta-se uma nova igreja, com dimensões superiores. Em 1619 o templo ampliado foi inaugurado. No ano de 1633, a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação transformou-se em um templo calvinista, graças à invasão holandesa.

Após a expulsão dos holandeses, em 1654, o Padre Leonardo Tavares de Melo ficou responsável pela recuperação do prédio, que foi concluído em 1694.  A construção da torre, em 1862, concluía definitivamente, o projeto original da igreja.
Por muito tempo, o local já foi a Catedral Metropolitana, que mudou de local com a construção do atual prédio na Avenida Deodoro da Fonseca.

Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Breche Também

error: Content is protected !!