Quatro comidas vindas da terra que amamos

Compartilhe:

Hora do almoço e você já está pensando na sobremesa. Não é mesmo? Aqui listaremos alguns quitutes deliciosos que vemos no Rio Grande do Norte e alguns estados do Nordeste.

1) Chouriço Doce

Foto: Tribuna do Norte
Foto: Tribuna do Norte

Chouriço doce, ou simplesmente chouriço, é um doce típico das regiões sertanejas do Ceará, Piauí, Paraíba e do Rio Grande do Norte, preparado à base de sangue de porco, farinha de mandioca, rapadura e temperos que podem ser gergelim, castanha de caju , leite de coco, erva-doce, cravo, canela, gengibre, pimenta-do-reino entre outros.

2) Pirulito de tábua

tabua_de_porulitos_1.jpg.554x318_q85_crop

O pirulito era feito com mel. Com pequenos papéis em formas de cones, eles eram colocados numa tábua toda furada, depois adicionava o mel e, por fim, o palito de bambu. Quando você mordia, serrando os dentes e puxava, ele esticava formando uma linha. Quanto mais você puxava, mais fino ficava o fio. Se arrebentava, grudava na sua mão e braço fazendo uma lambança só.

3) Doces no pote de vidro

doces+caseiros+sul+de+minas+doce+de+leite+de+coco+em+caldas+sao+sebastiao+da+grama+sp+brasil__5C5C4B_3

Doce de leite, coco, goiaba…Aqueles potinhos vendidos no interior do estado é uma delícia e não chegar nem aos pés daqueles industrializados vendidos no supermercado. Quem nunca saboreou aquele doce da vovó que mora naquela pequena cidade? Não? Isso faz parte da infância daqueles que viveram no Nordeste. É comum em outras regiões brasileiras, como o Sudeste, mais precisamente em Minas Gerais.

4) Queijo Manteiga

18.04.2010. Natal. Existe a promessa de que a Feira de Cidade Esperança, com cerca de 40 anos de existência, irá mudar de local. Segundo o sec da Semsur, João Bastos, a feira retornara ao local de origem contudo o novo espaço [um terreno baldio] sofrerá uma remodelação.  Fotos: Elisa Elsie/release
Foto: Elisa Elsie/TN

O queijo-manteiga é típico da região Nordeste do Brasil, fabricado principalmente nos estados da Bahia, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Não tem adição de coalho, já que a massa é obtida por desnaturação ácida, cozida no tacho à lenha junto com o soro desnatado por cerca de cinco horas. O leite utilizado geralmente é cru, sem processos de pasteurização. Após esse processo, ele se transforma em um queijo gorduroso, de massa amarelada e casca levemente rija que, geralmente, tem as iniciais de quem o produz marcadas com ferro em brasa. Apresentam-se em formato de paralelepípedo, o qual varia de dois a dez quilos.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Breche Também

error: Content is protected !!