Um pouco sobre o Parque das Dunas

Compartilhe:

O Parque das Dunas é uma reserva de 1172 hectares de Mata Atlântica. É o segundo maior parque urbano do Brasil, perdendo apenas para a Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Administrado pelo Instituto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Idema), foi desenvolvido a partir do Decreto Estadual de 1977, na gestão do governador Cortez Pereira, o mesmo que criou o Centro Administrativo do Rio Grande do Norte.

O terreno era da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN). Além do Parque, também foi inaugurado o Bosque dos Namorados, no qual foi projetado pelo arquiteto Aírton Vasconcelos.

O bosque é uma área de aproximadamente 7 hectares com mais de 1300 árvores representando 50 espécies nativas da Mata Atlântica. São diversos os atrativos que se pode conhecer através do Bosque dos Namorados (porta de entrada ao Parque das Dunas), como o centro de pesquisa, anfiteatro, parque, pista de cooper e dentre outras atividades.

Existem três trilhas no Parque das Dunas, divididas por níveis de dificuldade, e que permitem ao visitante conhecer um pouco mais sobre a fauna e a flora do parque. São elas: Perobinha (800 metros), Peroba (2,4 quilômetros) e Ubaia-Doce (4,4 quilômetros). O final da trilha termina na Via Costeira, onde tem vista para a Praia de Ponta Negra.

Final da trilha do Parque das Dunas
Final da trilha do Parque das Dunas

O Google Maps é um dos poucos cantos que registrou a parte interna do Parque das Dunas, os detalhes poderão ser conferidos neste link.

O Parque das Dunas foi a primeira unidade de conservação ambiental implantada no estado do Rio Grande do Norte. É parte integrante da reserva da biosfera da Mata Atlântica reconhecida pela UNESCO e, por isso, declarada Patrimônio Ambiental da Humanidade.


Sobre Lara Paiva
Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Breche Também

error: Content is protected !!