O que precisa saber sobre a Rua Chile em Natal

Compartilhe:

Inicialmente, a Rua Chile, localizada no bairro da Ribeira, era destinada aos prédios comerciais e grandes armazéns da cidade. Além disso, ela não tinha este nome e fazia parte de um dos trajetos dos bondes que ainda circulavam no início do século XX. Foi uma das principais ruas em seu período histórico.

Antes de ser chamada Chile, a mesma já foi chamada de Alfândega e do Commércio, com dois M mesmo. Os antigos armazéns estocavam algodão, açúcar e peixe, entre outros produtos que chegavam e partiam pelo porto.

941

Entre 1869 e 1902, a sede da Administração Provincial funcionou na Rua Chile em um sobrado, retornando em seguida para a Cidade Alta, onde se encontra a Pinacoteca do Estado. Até hoje existem alguns pequenos armazéns de pescados na Rua Chile. O final da via fica a Capitania dos Portos. Ainda tem algumas oficinas mecânicas.

O local também fica o finado cabaré do Arperge, que hoje se encontra em ruínas, mas foi um dos lugares mais tradicionais da boêmia potiguar. Os trilhos que passavam os bondes e o calçamento ainda permanece o mesmo desde os áureos tempos.

Ruínas do Cabaré Arperge
Ruínas do Cabaré Arperge

Atualmente, abriga bares e boates, como o Galpão 29 e o Centro Cultural Dosol, palco de um dos importantes festivais de música alternativa da cidade. Foi na Rua Chile que começou o festival Mada, que acontece na Arena das Dunas.

O local também se encontra a Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (EDTAM), uma das principais companhias de balé no Rio Grande do Norte e faz apresentações em diversos lugares do país.

Suas casas e prédios pertencem à Zona de Preservação Histórica (Centro Histórico de Natal).


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Breche Também

error: Content is protected !!