Conhecendo o Alecrim, bairro mais comercial de Natal

Compartilhe:

Alecrim é um bairro da cidade de Natal, um dos mais populares e antigos de Natal, sendo considerado um verdadeiro centro de comércio popular da cidade. Por que o Alecrim é o bairro mais legal? O que você não encontra nos shoppings ou na internet, o bairro vai te dar uma “mãozinha” e conseguir aquele objeto inalcançado. Sem contar que os produtos são bem mais baratos.

O bairro vende produtos eletrônicos, roupas, coisas antigas, máquinas fotográficas, livros, panelas, sapatos, cadernos…Se você imaginar algo inusitado, o Alecrim tem. É um grande shopping, no qual as avenidas são divididas em diversos setores. Uma via é destinada só lojas de produtos eletrônicos, outros especialmente para enxovais de bebê e uma destinada às lojas de carros semi-novos.

Apesar de ter nomes oficiais, as ruas e avenidas do Alecrim por muito tempo foram nomeadas a partir de números. Muitos natalenses não falam “Vamos andar na Rua dos Caicós”, mas “Vamos para a Avenida 6”.

O Alecrim concentra 31% da atividade empresarial da cidade e 40% de todo comércio varejista de Natal. Como surgiu o bairro?

11938037_955559657845177_2070047800_n

Tudo começou com a criação do cemitério que leva o nome do bairro, criado em meados do século XIX por causa de uma epidemia do cólera que aumentou a mortalidade geral da cidade. Ganhou esse nome por conta de uma velha senhora que costumava enfeitar com ramos de alecrim os túmulos do cemitério. Existe uma outra versão, que está atrelado à plantação de Alecrim.

11931658_955559614511848_1879890383_n

Foi oficializado bairro em 30 de setembro de 1947. O local já teve o nome de Refoles, Alto da Santa Cruz e Cais do Sertão. O Alecrim já teve cinco cinemas, foi palco de grandes festas de carnaval e era lugar de encontro de boêmios.

11930734_955559671178509_1650001055_n

A sua grande marca registrada é possuir um comércio de produtos populares, que gerou a construção de um camelódromo, na Avenida Presidente Bandeira, para resolver problemas gerados pelo conflito entre ambulantes e comerciantes. Além disso, eles têm a tradicional feira, que acontece semanalmente aos sábados.

No bairro, encontram-se ainda Igrejas católicas como a Paróquia de São Pedro e evangélicas, as mais famosas praças públicas, a Vila Naval e a Feira, uma das mais antigas, os clubes sociais e escolas públicas.

Questionário sobre o Alecrim

Como fruto de um trabalho de conclusão de curso (TCC), a estudante de designer da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ana Cecília Fonseca, está fazendo um questionário com a população sobre o Alecrim, para responder é só acessar o link: http://goo.gl/forms/8hkHTlxPmF.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Breche Também

error: Content is protected !!