O que é o hub que os políticos tanto lutam para Rio Grande do Norte?

Compartilhe:

A gente ver nos noticiários sobre o interesse da Tam em colocar um hub no Nordeste, o primeiro na região e três estados estão na disputa, que são Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. Aqui no RN, a campanha está muito forte, são várias campanhas na internet vindas da Prefeitura do Natal e do Governo do Estado. Conforme este vídeo a seguir:

Ele explica um pouco sobre o que é o hub. É uma palavra em inglês que significa eixo. Vou explicar neste texto usando uma comparação com os ônibus. Todo o transporte público sempre tem um ponto de partida, os chamados terminais. Então, o hub é praticamente isso. Ou seja, todas as conexões de um avião da Tam que passar pelo Nordeste devem parar Rio Grande do Norte, caso o estado seja escolhido. A empresa poderá anunciar o vencedor ainda neste mês. Isto resultaria em passagens bem mais baratas para cá.

O estado se prepara desde meados de abril para tentar atrair o investimento do grupo Latam, formado pelas companhias aéreas TAM e LAN. O governo aposta em fatores como o potencial de crescimento do Aeroporto Governador Aluízio Alves, os incentivos fiscais e a localização geográfica do estado, uma vez que durante a Segunda Guerra a região ficou conhecida como Trampolim da Vitória, por ser próximo da Europa. Sem contar que o Estado decretou a isenção do imposto relacionado ao querosene do avião.

As exigências técnicas da Tam consiste em localização geográfica, a infraestrutura aeroportuária adequada e seu potencial de desenvolvimento. Existe hub apenas em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. O centro de conexões do Nordeste deve trazer investimentos da ordem de R$ 3,9 bilhões e uma geração de oito a 12 mil empregos.

Apesar das grandes chances no Rio Grande do Norte, o novo aeroporto precisa superar alguns problemas, como as estradas de acesso no sentido norte e sul (sentido Macaíba-São Gonçalo do Amarante) ainda não estão terminadas. Eram para ficar prontos desde a Copa do Mundo. Uma das vantagens considerada pela Tam no RN é que o aeroporto de Natal é administrado pelo consórcio Inframérica, o primeiro terminal aéreo ser administrado de forma privada. É o oitavo melhor aeroporto avaliado pela Secretaria de Aviação Civil

Em um ano de funcionamento, o novo aeroporto anunciou cinco novos voos. Campinas, Belo Horizonte, Buenos Aires, Milão e Cabo Verde são os destinos. Há ainda a perspectivas de novos voos para Santiago (Chile), Bogotá (Colômbia), Roma (Itália), Estocolmo (Suécia) e Frankfurt (Alemanha) para o próximo ano.


Sobre Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Comentários no Facebook

Breche Também

error: Content is protected !!